23 abr 2001 - 18h25

Morre aos 85 anos Alfredo Gottardi, o Cajú

A diretoria do Atlético decreta luto oficial pela morte do maior mito do CAP, Alfredo Gottardi, o Cajú. O ex-goleiro e ídolo de um povo morreu no início da tarde de hoje de morte natural aos 85 anos de idade. Caju estreou como titular do Atlético em 1933, num jogo contra o Coritiba. Nascia naquela partida um ídolo que por 17 anos defendeu a camisa rubro-negra. Sempre fiel ao Atlético, Cajú só saiu do CAP para jogar na seleção brasileira, inclusive, ele foi o primeiro jogador do rubro-negro a ser convocado para a seleção. Cajú foi velado nesta segunda-feira no Restaurante Vip da Arena da Baixada. O corpo será enterrado amanhã, dia 24, no Cemitério Água Verde, provavelmente às 11 horas.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

2020, como será?

Já estamos garantidos na Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, e qual será os objetivos para 2020? Libertadores é um destes objetivos, um sonho…

Brasileiro

Furacão segue subindo

Neste domingo, o Athletico recebeu o Botafogo na Arena da Baixada e garantiu mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. O placar de 1 a 0,…