24 abr 2001 - 10h24

Para sempre a Majestade

O colunista Sérgio Tavares Filho também presta sua homenagem ao grande Caju em um texto especial: “Caju não morreu. Continuará sentado num cantinho da Baixada, com o radinho ligado e vendo as defesas de Flávio, ocupando um lugar que sempre será seu.” Para ler o texto, clique aqui. Não deixe de ler também a coluna escrita pelo editor Marçal Justen Neto, clicando aqui.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Boa sugestão

Li em um texto que estão sugerindo o Lucho Gonzalez para ser o técnico do CAP para 2020. Foi para mim uma sugestão muito acertada…