27 abr 2001 - 10h47

Cápsula do Tempo é colocada no seu lugar definitivo

Uma cerimônia realizada em Nova York marcou o fim da exibição da cápsula do tempo. Ela continua no Museu de História Natural só que num lugar mais seguro. A cápsula tem o intuito de armazenar por mil anos diversos objetos representativos da era atual, colhido nos quatro cantos do planeta. Entre os objetos está a camisa do Clube Atlético Paranaense. A idéia foi do motorista Clóvis Gonçalves, que transpostava o correspondente do jornal americano The New York Times, criador da cápsula, em Curitiba. A diretoria do Atlético gostou tanto da idéia que propôs o ‘case’ Atlético 3000 – Paixão Eterna – . Como prêmio pela lembrança, Clóvis ganhou um título de sócio construtor da Arena da Baixada. A grande novidade é que uma família deverá cuidar da cápsula, que vai passar de geração a geração até a chegada do ano 3000. A foto ao lado mostra os visitantes no Museu e o invólucro, ainda em exposição.



Últimas Notícias

Notícias

De novo a dupla Fla x Flu

Há jogos que mesmo não sendo decisivos acabam sendo marcantes. Lógico que uma final, uma partida que valha vaga para uma fase aguda de uma…

Notícias

Adeus, professor Vadão

Hoje (25) à tarde faleceu Oswaldo Alvarez, o Vadão, que estava internado tratando um câncer no fígado. A notícia vem logo após um domingo nostálgico…

Memória

2002 COM MUITA PAZ

Na tarde do dia 23 de Dezembro de 2001, o Furacão conquistava o seu primeiro título nacional! A partida final, em São Caetano do Sul,…