7 nov 2001 - 14h16

Novo hit atleticano

A torcida atleticana é mesmo inovadora. Dos gritos empolgantes às coreografias extraordinárias, o Brasil já se rendeu a originalidade rubro-negra. Do samba famoso Festa Para Um Rei Negro, ou somente Pega no Ganzê, até a incrível adaptação do The Wall, da banda Pink Floyd, quem vai aos jogos do Atlético não fica sem cantar. A energia que sai das arquibancadas faz os jogadores se multiplicarem em campo. Não foram poucos os jogos onde o torcedor teve uma participação decisiva. Recentemente a chama do Caldeirão fez a diferença na partida contra o Vitória, pela Copa do Brasil. Vinte mil vozes levaram o Furacão a fazer 3 a 0 contra o adversário baiano. O placar foi o suficiente para o clube avançar na competição.

Comandados pela Torcida Os Fanáticos, as batidas da bateria que saem do setor Buenos Aires Inferior fazem inveja a outras organizadas. Os ritmos fortes lembram uma passarela do samba com a batida de um baile funk. Algo para fazer um pouquinho de inveja ao famoso Mestre Ciça, da Viradouro, responsável por inovar a bateria da escola nos defiles do carnaval do Rio de Janeiro. Com tanta empolgação, músicas novas surgem quase todos os meses na sede d’Os Fanáticos. Só que a dificuldade em colocar uma letra do papel na prática, inviabiliza muitas canções. O colunista Juarez Villela Filho, da Furacao.com, fez o seguinte relato no Fórum do site. “Lembrei do episódio da “só eu sei… porque eu não fico em casa” que foi feita com minha ajuda. Ela estreou num jogo, logo no começo de 2005, contra o Jotinha, lá em São José. O Julião parou a música umas três vezes, muito puto porque o povo não conseguia decorar. Por isso ela ficou mais curta”.

Nos dois últimos meses a torcida aprendeu novos gritos. “Rubro-negro eu te digo, nesta campanha estarei sempre contigo” e “Raça, fibra, sangue, alma de guerreiro” já fazem parte do ritual da organizada que é seguido por todos no estádio. Agora chegou a vez dos ouvidos e bocas atleticanos ficarem atentos ao “Horto Magiko”.

O que é Horto Magiko?

Horto Magiko é a denominação de um canto da torcida do Panathinaikos, tradicional clube da Grécia. O ritmo alucinante aos poucos ganhou o mundo. Uma breve pesquisa no site Youtube com as palavras da música, dão uma noção exata da popularidade do Horto. Além dos gregos, os turcos, australianos, franceses, ingleses e até portugueses fizeram a adaptação da letra.

Aqui no Brasil a canção começou a ser discutida no fim de 2006 no Fórum da Furacao.com. Depois de várias tentativas, o atleticano Wagner Ribas elaborou a versão rubro-negra. Mais uma vez a originalidade ultrapassou os limites de torcedores de outros clubes e o “Horto Magiko do Atlético” já é sucesso absoluto na internet.

No próprio Fórum Furacao.com a empolgação dos torcedores é contagiante. O mesmo pode se dizer nas diversas comunidades do Orkut. Um vídeo postado no Youtube fez com que a espera pelo jogo decisivo de quarta-feira contra o Fluminense ficasse angustiante. “Eu estou me sentindo como em 1995, 1996, com a empolgação de ir ao estádio para cantar o ‘Dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe ô… Dá-lhe Atlético, dá-lhe Atlético, dá-lhe, dá-lhe ô’, afirma o colunista Ricardo Campelo. “Quero muito o estádio lotado, o mosaico fazendo bonito e o Horto Magiko nas arquibancadas”.

Um mutirão de atleticanos promete distribuir panfletos com a letra da música para a torcida. Se você tiver condições, imprima o texto abaixo e ajude a divulgar o Horto Magiko do Atlético aos seus amigos. Com a sua ajuda a Kyocera Arena vai ferver. E dentro de campo conseguiremos vencer mais uma batalha na Copa do Brasil.

===================

(Silêncio)
shhhhhhhhhhhhhhh

(Introdução)
Atléééééééticooooooooooooooooo
Caaaaaanto por ti, oh meu amoooooorrrrrrrrrrrr

Temido és tu
É minha paixão
Sou tua torcida, sou caveira, Furacão

(Refrão)
Atlético
Meu Furacão
É o rubro-negro
Campeão, Atlético

Tu nos legou
O sangue forte
Sou quem tem raça
E não tem a própria morte

(Refrão)
Atlético
Meu Furacão
É o rubro-negro
Campeão, Atlético

E é sempre aqui
Junto de ti
Aonde for, rubro-negro eu vou seguir

(Refrão)
Atlético
Meu Furacão
É o rubro-negro
Campeão, Atlético

Manto sagrado
Eu vou vestir
Sou tua torcida
Estou aqui pra te servir

===================

No vídeo abaixo você pode ter uma idéia de como a Kyocera vai ficar. Colabore! Imprima a letra para os seus amigos e incendeie o caldeirão. Mostre a sua originalidade atleticana.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…