12 nov 2001 - 18h03

Desfalques continuam sendo o maior problema

O treinador Geninho continua com o mesmo problema das partidas anteriores para escalar o Atlético. Para o jogo contra o Sport serão quatro os desfalques.

“Em um campeonato difícil e longo como o Brasileiro é natural as contusões e os cartões. Temos que torcer para que os jogadores substitutos possam fazer uma boa partida”, explicou o técnico rubro-negro.

No setor defensivo, o zagueiro Rogério Corrêa deixa o lugar para Gustavo. Na derrota para o Juventude, Rogério foi substituído por Daniel após sentir dores na coxa direita. O jogador foi submetido a um exame de ressonância magnética que constatou uma contratura no local. O jogador já iniciou o tratamento visando a participação na partida contra o Gama no domingo, dia 18.

No meio campo dois são os desfalques, Souza e Kléberson. O primeiro não participou do jogo em Caxias do Sul e deve ficar mais 10 dias em tratamento devido a um estiramento na parte posterior da coxa direita. Adriano continua vestindo a camisa número oito.

O grande desfalque atleticano será o meia Kléberson que cumprirá suspensão automática. Será o primeiro jogo em que o jogador ficará de fora. Sem contar a última partida em que foi expulso, Kléberson participou integralmente dos 22 jogos do Atlético no Campeonato Brasileiro.

Rodrigo será o responsável em ocupar a vaga. O jogador atuou em nove partidas do rubro-negro, o que fatalmente pesou na escolha do treinador. Outro ponto a favor do jogador é a semelhança de características com Kléberson. Além de sair jogando, Rodrigo ajuda na marcação não deixando o setor defensivo sobrecarregado.

“Na minha opinião vou substituir um dos melhores jogadores do Atlético. Vou fazer o máximo possível para ajudar o time a vencer”, disse o meia.

Quem encerra a lista de desfalques atleticanos é o lateral-direito Alessandro. O jogador está à disposição da Seleção Brasileira. Rogério Souza continua no time.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…