13 nov 2001 - 6h39

Pra dizer adeus…

Se depender do clima em Curitiba, o torcedor atleticano já pode comemorar. Não há previsão de chuva para a partida de logo mais entre Atlético e Sport Recife na Arena da Baixada. Ao contrário do jogo contra o Juventude, no qual o Furacão foi prejudicado pela lama do estádio Alfredo Jaconi, hoje São Pedro parece que vai aliviar a vida dos jogadores.

E se o tempo vai estar bom fora de campo, dentro dele a expectativa é de que o Atlético faça uma boa partida e apague da memória o deslize cometido em Caxias, no último sábado. Ninguém quer repetir a dose de perder mais três pontos e poder cair na tabela de classificação.

É por isso que o técnico Geninho vai com um time ofensivo para cima do Sport. Mesmo sem poder contar com Kleberson – suspenso – e Souza – machucado -, Geninho escala o jovem Rodriguinho e mantém Adriano como opção no meio-campo. Na frente, Kléber e Alex Mineiro (foto) voltam a formar a dupla de ataque.

Além de Souza e Kleberson, o Atlético não vai ter mais dois jogadores titulares: Alessandro, que está na Seleção e Rogério Corrêa, com contratura muscular. Rogério Souza e Ígor entram em seus lugares.

Corda no Pescoço

O Atlético vai enfrentar bem mais que um adversário na noite de hoje. Se o Furacão vencer o Sport, o time nordestino já vai estar rebaixado para a Segunda Divisão. É por isso que o Leão pernambucano vem com uma formação defensiva e cautelosa.

O time vai jogar com dois volantes (ambos já atuaram no Atlético: Leomar e Axel) e com dois laterais improvisados: Lico, que é volante de origem e Rogério, meia.

Mas, se depender do Atlético, o Sport já pode ir preparando as malas. O Furacão quer vingar a goleada que recebeu no último confronto entre as duas equipes, na Ilha do Retiro: 4-1 para os recifenses.

Atlético x Sport começa às 20h30 na Arena da Baixada com arbitragem de Fabiano Gonçalves (RS).

Ficha Técnica

ATLÉTICO:
Flávio; Rogério Souza, Nem, Gustavo, Igor e Fabiano; Cocito, Rodriguinho e Adriano; Alex Mineiro e Kléber. Técnico: Geninho.

SPORT:
Adinam; Lico, Gaúcho, Erlon e Rogério (Jean); Axel, Leomar, Marcelo Passos e Edu Manga; Ricardinho e Fabinho (Júnior Amorim).



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…