12 fev 2002 - 21h15

PRA ACABAR O TABU

O clássico entre Atlético e Paraná nesta quarta-feira de cinzas, na Arena, às 20h30, terá um gostinho especial. Além dos três pontos em disputa que pode deixar ambos os times em uma situação confortável na Copa Sul-Minas, a partida pode valer a hegemonia nos confrontos entre os times.

Até hoje, os dois clubes já se enfrentaram 48 vezes e a igualdade é a marca registrada. São 14 vitórias para cada lado e 20 empates.

No Atlético, o pensamento é de vencer o jogo a qualquer custo, principalmente em se tratar de um clássico regional. Os jogadores atleticanos sabem que a responsabilidade em uma partida dessa importância aumenta devido à cobrança da torcida.

“Por ser um clássico, a cobrança pelo lado da torcida aumenta. Porém, todo o jogo tem uma responsabilidade grande. Nós precisamos estar conscientes do nosso objetivo que é conquistar os três pontos”, afirmou o volante Cocito.

Para o técnico Geninho, junto com o aumento da cobrança aumenta a motivação dos jogadores dentro do campo.
“O jogo contra o Paraná é muito importante. Existe a motivação de um clássico regional, fora os três pontos que vão ajudar em uma futura classificação”, explicou Geninho.

O treinador atleticano, que também já comandou o adversário, sabe que por se tratar de um clássico a partida começa mesmo antes do juiz dar o apito inicial. Durante os dias que precedem o jogo, o estudo de quem vai jogar ou não pode dar uma pequena vantagem. Assim, na opinião de Geninho quem saiu na frente foi o Paraná Clube.

“Da temporada passada para hoje o Atlético não mudou nada, são os mesmo jogadores. No Paraná muitas mudanças aconteceram. Eles conhecem muito mais de nós do que nós deles”, afirmou. O treinador rubro-negro já definiu o time que vai entrar em campo. Será a mesma equipe que venceu o Juventude, em Caxias do Sul, no sábado passado. A única mudança é a entrada do zagueiro Wellington Paulo no lugar de Gustavo que vai cumprir suspensão automática.

Os ingressos para a partida só começam a ser vendidos na manhã de hoje na Arena da Baixada. As arquibancadas custam R$15.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Atlético

Ficha Técnica

Data: 13/02 (quarta-feira)
Horário: 20h30
Local: Arena da Baixada
Juiz:Cleivaldo Bernardo (PR)

Atlético

Flávio; Rogério Correa, Igor e Wellington Paulo; Alessandro, Cocito, Adriano, Kléberson e Fabiano; Alex Mineiro e Kléber –
Técnico: Geninho

Paraná Clube

Marcos; Goiano, André, Anaílton e Hilton; Hélcio, Fredson, Alexandre e Marquinhos; Luciano e Leandro Alves (Márcio) –
Técnico: Paulo Bonamigo



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…