11 mar 2002 - 4h58

O QUE SERÁ , QUE SERÁ…

Carregando uma crise administrativa na bagagem, o Atlético seguiu no sábado para a Bolívia, com o objetivo de manter vivas suas chances de classificação na Copa Libertadores. O jogo será contra o Bolívar, em La Paz, mas a delegação fica hospedada em Santa Cruz de La Sierra, para que os jogadores não sintam os efeitos da altitude da capital boliviana. O grupo segue para o local da partida somente amanhã, dia do confronto.

O time paranaense precisa vencer as três partidas que restam para garantir a classificação. O Bolívar é o primeiro desafio. Na primeira partida, em Curitiba, o time boliviano, até então desconhecido, venceu o Furacão por 2 a 1. Desta vez, a equipe rubro-negra tentará dar o troco nos 3.400 metros da altitude de La Paz.

O técnico Geninho não confirma, mas Luisinho Neto e Dagoberto, que tiveram um bom desempenho na goleada diante do Malutrom, devem ser mantidos no time.

As alterações ficam por conta do retorno de Kléberson e Rogério Corrêaa. Com isso o volante Flávio Luís (na foto com Kleberson) e o zagueiro Wellington Paulo voltam para o banco de reservas. Flávio Luís só permanece no time se Cocito não se recuperar de um problema na coxa.

A partida entre Bolívar e Atlético terá arbitragem do equatoriano Bryon Moreno. Os auxiliares serão Pedro Ramos e Fernando Tamayo, também do Equador. O 4º árbitro será o boliviano Fidel Arana.

Fonte: Agência Cone Sul



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…