13 mar 2002 - 23h20

AGORA, SÓ A SUL-MINAS!

A catastrófica atuação do Atlético na Bolívia ainda não foi digerida pelos torcedores. A frustração pelo empate de 5-5 em La Paz é visível na face de cada rubro-negro.

Após um primeiro tempo brilhante, abrindo uma goleada de 5-1, o rubro-negro perdeu Ilan e Adriano, expulsos, e deixou com que a equipe boliviana fizesse 4 gols.

Para apagar a má impressão deixada na última terça-feira, o Atlético vai com tudo para cima do Pelotas, agora pela Copa Sul-Minas. Sem Cocito e Ilan, suspensos com três cartões amarelos, o técnico Geninho ainda não definiu o time que joga no sábado. Mas é certo que o garoto Dagoberto continua no ataque. Alex Mineiro, com problema no púbis, ainda não joga. Kléber deve reaparecer com a camisa 11.

Acusações

Ainda na Bolívia, o clima não era dos melhores na delegação atleticana. Flávio culpou a zaga por não avisar que o atacante boliviano estava se aproximando – no lance o goleiro foi obrigado a cometer o pênalti.

Rogério Corrêa defendeu os companheiros dizendo que se houve desatenção, foi do goleiro que falhou em outros gols.

Ilan e Adriano ainda foram alvo de acusações do volante Flávio Luís: “as expulsões acabaram prejudicando a equipe”. Já o técnico Geninho não quis repercutir as falhas do time.

Resta agora, ao time atleticano, levantar a cabeça e tentar erguer o título da Copa Sul-Minas, que já começa a ficar longe.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…