1 abr 2002 - 22h24

NÃO HÁ VAGAS!

O treino coletivo da segunda-feira tinha como objetivo sanar as dúvidas do técnico Geninho para escalar a equipe titular que enfrenta o Tubarão (amanhã, às 20h30, na Arena). Porém, o inverso aconteceu, as dúvidas aumentaram.

No setor defensivo, os zagueiros Gustavo e Wellington Paulo vão ficar de fora do jogo cumprindo suspensão devido ao terceiro cartão amarelo. No ataque, a dúvida era a possibilidade do atacante Dagoberto (foto) também ficar de fora devido a uma inflamação na perna direita. Ao final da movimentação, surgiu mais uma dúvida em outro setor do time. O meia Adriano deixou o gramado com fortes dores no calcanhar esquerdo.

No início do coletivo, o treinador atleticano escalou uma equipe que já era prevista. Na zaga, Igor ganhou a vaga ao lado de Nem e Rogério Corrêa. No meio campo, Cocito está de volta após cumprir a suspensão automática contra o Internacional. Outro que também volta ao time é o maio Kleberson. O jogador não participou da última partida do Atlético na Copa Libertadores, pois estava à disposição da Seleção Brasileira. No ataque, Kléber formou a dupla de ataque com Ilan.

A equipe se portou bem em campo, saindo rápido para o ataque e aproveitando bem as bolas paradas, tanto com Kleberson cobrando escanteios ou com Luisinho Netto cobrando faltas. A única advertência de Geninho foi quanto ao avanço dos defensores que muitas vezes apóiam o ataque e demoram em retornar. Segundo o treinador, a volta de Cocito ao time aumenta o poder de marcação, já que o jogador poucos vezes vai ao ataque.

“Com o Cocito no time a preocupação diminui um pouco. Ele não sobe tanto quanto os outros e muitas vezes pode fazer a cobertura”, explicou Geninho.

Ao longo da movimentação, algumas substituições que também devem acontecer no jogo contra os catarinenses aconteceram. Igor passou o colete para Reginaldo Vital. Assim, o último reforço a chegar no Atlético assumiu a posição de primeiro volante fazendo com que Cocito recuasse e terminasse o treino como líbero. A outra modificação foi à entrada de Alessandro no lugar de Luisinho Netto.

Com a saída forçada de Adriano e a dúvida de Dagoberto, ambos entregues ao dm, o técnico Geninho espera um posicionamento dos médicos para poder escalar os onze titulares.

“É impossível escalar a equipe com os dois jogadores no Departamento Médico. Caso Dagoberto não possa jogar, Kleber será o titular. Quanto a Adriano vou esperar para definir”, finalizou o treinador rubro-negro.

Fonte: Assessoria do Clube Atlético Paranaense



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…