7 maio 2002 - 21h08

Grupo reduzido inicia os preparativos para a final

O técnico Geninho começou a semana que antecede a segunda partida da decisão da Copa Sul-Minas contra o Cruzeiro com um número mínimo de jogadores. O elenco atleticano retorno aos treinamentos com apenas 19 jogadores à disposição, incluindo o terceiro goleiro.

“Eu estou começando a semana com apenas 19 jogadores em condição de jogo. Vamos esperar uma resposta dos jogadores que estão no Departamento Médico para montar o time”, explicou o treinador atleticano.

O treinador rubro-negro já sabe que não poderá contar com cinco atletas. O lateral Fabiano e o volante Flávio Luis receberam o terceiro cartão amarelo e vão cumprir suspensão automática. O zagueiro Wellington Paulo está na mesma situação. O jogador foi expulso na derrota do último domingo. Adauto continua se recuperando da operação no apêndice e Dagoberto está na França jogando pela Seleção Brasileira SUB-21.

As dúvidas são quatro, duas de ordem médica e duas de ordem jurídica. Os jogadores Cocito e Fabrício foram julgados pelo STJD ontem pela expulsão no jogo contra o América Mineiro e receberam punições que impossibilitam ambos de entrar em campo no próximo domingo. O volante recebeu cinco jogos de punição enquanto Fabrício terá que ficar fora três partidas. O Departamento Jurídico do clube entrou co um efeito suspensivo junto ao Tribunal Desportivo para tentar a liberação dos jogadores.

“Eu não esperava uma punição tão grande. Mesmo com o depoimento do Wellington Paulo e da fita de vídeo não foi possível a absolvição. Agora é esperar e acreditar no Departamento Jurídico. Eu estou confiante na possibilidade de jogar”, afirmou Cocito.

Dois jogadores se encontram em tratamento no Departamento Médico. O zagueiro Daniel se recupera de dores musculares na perna direita. Já Gustavo que ficou fora do primeiro confronto contra os mineiros está se recuperando de uma erisipela. O jogador está apenas tomando antibióticos, porém ainda sente dificuldades na movimentação. Segundo o médico Murilo Ribas, as possibilidades de o atleta jogar no Mineirão são pequenas.

“O quadro clinico dele melhorou muito da semana passada. Ele ainda sente algumas dores. Nós estamos observando a recuperação para decidirmos se podemos liberar ele para enfrentar o Cruzeiro”, concluiu Murilo Ribas.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Erechim

A quase 400km de distância de Porto Alegre é onde reside a palavra “se”. Chegou por lá em 2004, vinda de qualquer outro canto do…

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…