11 maio 2002 - 18h05

Cocito e Fabrício estão fora da final

O técnico Geninho, do Atlético-PR, não mais poderá contar com o volante Cocito e com o meia Fabrício na decisão da Sul-Minas, contra o Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão. O efeito suspensivo da punição que os dois jogadores receberam, concedido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), foi revogado na noite desta sexta-feira e eles estão fora da decisão do título da competição regional.

Mas os problemas do Furacão não ficam por aí. O time não terá também o zagueiro Wellington Paulo, expulso, o meia Flávio Luís e o lateral-esquerdo Fabiano, que receberam o terceiro cartão amarelo, na primeira partida contra o Cruzeiro. Os três cumprem suspensão. Os atacantes Dagoberto, que está servindo à Seleção Brasileira sub-21 no Torneio de Toulon, e Adauto, recuperando-se de uma cirurgia de apendicite, continuam fora.

O atacante Ilan sentiu dores lombares e não participou do treinamento do Atlético-PR, neste sábado. Ele passou a ser dúvida. Com pelo menos sete desfalques, os jogadores que entrarem em campo estão dispostos a fazer o que for possível para compensar as ausências e levar o time ao título.

O zagueiro Gustavo, por exemplo, está disposto a fazer um sacrifício para entrar em campo. Ele treinou neste sábado, depois de ficar afastado por causa de uma inflamação no tornozelo, mas não quis garantir sua presença na final. “Ainda é cedo para dizer que vou para o jogo. Quero ver a reação no período da noite, ao treinamento, mas espero que não sinta nada e que tenha condições de jogar”, comentou.

Gustavo disse que por ser um jogo decisivo, sempre há um ânimo a mais. “Principalmente contra o Cruzeiro, que foi o time que nos venceu aqui e leva vantagem. Por isso, precisamos do esforço de todo mundo”, destacou o zagueiro. “A união do grupo e a dedicação é fundamental”, acrescentou.

Fonte: Pele.net



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…