22 maio 2002 - 10h38

Resumo dos jornais desta quarta-feira

Alto salário tira Geninho do Atlético

A nova política salarial do Atlético fez sua primeira vítima. Uma proposta de redução salarial superior a 50% provocou a saída do técnico campeão brasileiro, Geninho, ontem à tarde. (Leia mais).

 

Demitido técnico campeão brasileiro

A diretoria rubro-negra demitiu ontem o técnico Geninho. Ninguém quis confirmar, mas o principal motivo que levou os dirigentes a demitir aquele que conduziu o clube ao seu principal título – o Campeonato Brasileiro do ano passado, foi a questão salarial. Geninho, que recebia R$ 88 mil mensais mais premiação teve uma proposta de redução para menos da metade (cerca de R$ 40 mil mensais) não aceita por ele.(Leia mais).

 

Geninho deixa o Atlético-PR

Diretoria atleticana demite o técnico Geninho antecipadamente. O treinador diz que sai sem levar mágoas do clube.(Leia mais).

 

Petraglia não quis manter o salário de Geninho

A relação de Geninho com o Atlético começou a estremecer a partir da aclamação de Mario Celso Petraglia como presidente do clube. O dirigente declarou publicamente sua contrariedade com o valor da renovação contratual do técnico, ao fim do Campeonato Brasileiro o perto de R$ 100 mil mensais.(Leia mais).

 

Atlético pega o Prudentópolis sem Geninho

A derrota no Atletiba, no último domingo, mexeu com os ânimos dos dirigentes do Atlético. A doze dias de encerrar o Supercampeonato Paranaense, a diretoria rubro-negra anunciou ontem a saída do técnico Geninho do comando da equipe.(Leia mais).

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…