25 maio 2002 - 11h03

RUMO AO TRICAMPEONATO

Com a vantagem de jogar em casa e dependendo de apenas um empate para estar na final, o Atlético Paranaense enfrenta o Iraty neste sábado, 25, às 16h, na Arena da Baixada, pelo Supercampeonato Paranaense. Apesar da vantagem, o elenco rubro-negro sabe da importância da vitória, para conseguir diminuir a tensão gerada na torcida, após a derrota no clássico Atletiba.

O técnico interino, Carlos “Riva” Carli conta com o retorno certo de três jogadores: o lateral esquerdo Fabiano e os volantes Flávio Luis e Donizete Amorin, que cumpriram suspensão automática pela expulsão no clássico.

Dependem da liberação do Departamento Médico, o volante Cocito e o atacante Ilan. Kléber já está a disposição para a partida.

Ao Iraty não interessa outro resultado que não a vitória. Como se não bastasse ter como adversário um time de peso, o técnico Val de Mello terá que driblar o problema da ausência do meia Nílson. O jogador sofreu uma lesão no pé no jogo contra o Paraná. O retorno do volante Gilmar, expulso contra o Londrina, pode ser a solução na meia cancha, permitindo que o meia-atacante Alex jogue mais avançado.

Os ingressos para partida entre Atlético e Iraty, começaram a ser vendidos nesta sexta-feira, dia 24. Nesse sábado, as bilheterias estarão abertas a partir das 10h, até o início do jogo. A arquibancada custa R$ 15, a entrada para mulheres, menores e estudantes com carteirinha custa R$ 10, cadeira simples custa R$ 50 e cadeira executiva custa R$ 80.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO X IRATY

LOCAL: Arena da Baixada (sábado, 25, às 16h)
ÁRBITRO: Antonio Denival de Moraes

ATLÉTICO: Flávio; Rogério Correa, Igor e Wellington Paulo; Alessandro, Reginaldo Vital, Flávio Luis, Adriano, Fabiano; Alex Mineiro e Dagoberto. Técnico: Carlos “Riva” Carli

IRATY: Marco Antônio; Jamur, Joílson, Fabiano e Weslei; Tião, Gilmar, Alex Leite e Tiago; Nelson e Paulista. Técnico Val de Mello.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…