27 maio 2002 - 22h22

À SOMBRA DE UM GÊNIO

“Nosso time precisa de um pouco mais de molho. Nosso ataque está muito burocrático, temos que criar mais jogadas e finalizar bem. A torcida vaiou por isso. Nosso torcedor quer ver a equipe guerreira e isso não aconteceu”. Esse foi o discurso do atual treinador atleticano, Carlos ‘Riva’ de Carli, após a partida contra o Iraty, pela semifinal do Supercampeonato Paranaense.

Mesmo vivendo à sombra de Geninho, Riva já tem um carinho especial da torcida. A prova foi no sábado, quando integrantes da Torcida Os Fanáticos puxaram um coro com o nome do ex-treinador. Depois, os gritos foram de apoio ao atual técnico.

Riva assumiu o comando do rubro-negro pela segunda vez. A primeira foi em substituição a Artur Neto, em 2000. E ele não fez feio: dirigiu a equipe que venceu o Corinthians, em pleno Pacaembu, por 3 x 2. A partida representou uma vitória sobre um antigo mestre: Oswaldo Alvarez, o Vadão.

No Atlético há muitos anos, Riva já foi preparador físico de diversos treinadores importantes. Ele acredita que adquiriu muita experiência em todo esse tempo e que está preparado para seguir carreira. Para isso, conta com a simpatia dos atletas e o respeito da diretoria.

A final do Supercampeonato Paranaense será a primeira que ele disputará como treinador. Caio Júnior, o técnico paranista, também é um estreante em finais. Portanto, Riva não estará em desvantagem. A torcida deposita suas esperanças no novo comandante atleticano. Espera que, além de revelar muitos jovens craques, o Atlético esteja lançando agora um novo talento na profissão de treinador.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…