27 maio 2002 - 10h48

SEM VANTAGEM, MAS COM RAÇA

A partir dessa quinta-feira, 30, Paraná Clube e Atlético Paranaense vão começar a decidir o título do Supercampeonato Paranaense.

O Atlético assegurou sua classificação no último sábado, 25, com um magro empate sem gols, diante do limitado Iraty. Este também foi o placar de Paraná e Coritiba, no clássico de domingo, que definiu o segundo finalista.

A decisão é uma reprise da final do Campeonato Paranaense de 2001, quando Tricolor e Furacão se enfrentaram na final. Naquela oportunidade, o rubro-negro foi campeão com três empates seguidos. Dessa vez, no entanto, a vantagem é do Paraná.

Com os resultados, o Paraná encerrou a primeira fase como o time de melhor campanha do torneio. Além de manter a invencibilidade, o tricolor não sofreu gols nos quatro jogos disputados. O positivo retrospecto coloca o time do Paraná em vantagem na decisão do Supercampeonato. O time de Caio Júnior joga por dois empates para chegar ao título e decide o torneio em seus domínios.

Para o Atlético conquistar o tricampeonato, terá que vencer uma partida e empatar a outra. Na final, valerá o saldo de gols. Se o Atlético ganhar de 2-0, por exemplo, poderá perder por um gol de diferença que será o campeão.

O primeiro jogo da final acontece quinta-feira à tarde na Arena da Baixada. A partida decisiva será domingo, na Vila Capanema.

Fonte: Agência Cone Sul



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…