11 jul 2002 - 10h00

Luisinho Neto quer desequilibrar

Ao lado de Sílvio Criciúma e Dagoberto, o lateral-direito Luisinho Netto é uma das novidades da escalação do Atlético para o jogo contra o Goiás. O jogador marcou três gols em 18 atuações nesta temporada e substitui Alessandro, que foi expulso contra o São Caetano.

Dois desses gols foram numa das vitórias mais difíceis do clube em 2002, contra o Olmedo, do Equador. Se o Furacão não vencesse o confronto, na Arena, estaria eliminado da Copa Libertadores da América antes do final da primeira fase da competição.

O terceiro foi no clássico contra o Coritiba, pela Copa Sul–Minas, na Arena. Nesse jogo, o Atlético vinha de duas derrotas consecutivas contra Criciúma e Olmedo, fora de casa, e precisava reconquistar a confiança da torcida. Ao final, o time venceu por 2 a 0.

“Essa oportunidade será mais uma prova para mostrar o meu trabalho, a minha dedicação”, conta o lateral, especialista em cobranças de falta. “Se aparecer alguma chance, principalmente de bola parada, vou fazer de tudo para ajudar a equipe”, completa.

Caso Luisinho se destaque mais uma vez contra o Goiás, tem chances de permanecer como titular, já que Alessandro não passa por grande fase e falhou no lance que deu origem ao gol do Flamengo na estréia do Atlético na Copa dos Campeões.

De acordo com o técnico Riva de Carli, Luisinho fará uma função tática diferente da que está acostumado a executar. “Quero que ele ajude a compor o meio-de-campo e chame um pouco mais a responsabilidade na armação das jogadas”, revela o treinador.

Essa orientação já foi cumprida no treinamento de ontem pela manhã, no campo do Ceará. A atividade, que durou quase duas horas, foi considerada proveitosa por Riva. Os últimos ajustes na equipe que começa o jogo contra o Goiás serão definidos no treinamento de hoje pela manhã.

Fonte: Gazeta do Povo



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…