9 ago 2002 - 19h41

Último confronto: empate com sabor de vitória

A última partida entre Atlético e Guarani, no dia 25 de novembro de 2001, pelo Campeonato Brasileiro, foi uma prova de fogo para o Furacão. O empate em 2 a 2, em plena Arena, teve sabor de vitória. Mas o personagem principal do jogo foi o árbitro Wilson de Souza Mendonça, que expulsou dois jogadores do Rubro-Negro ­ Alex Mineiro e Kléber. Mesmo com a vantagem de dois atletas em campo, a equipe de campinas não suportou a pressão do Atlético e cedeu o empate, já nos descontos ­ Rogério Corrêa marcou aos 47 do 2º tempo.

Confira a ficha daquele jogo:

Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE)
Gols: Léo (42’ 1º tempo); Kléber (pênalti ­ 17’), Wilson (39’) e Rogério Corrêa (47’ 2° tempo)
Cartões Amarelos: Nem, Fabiano, Alex Mineiro, Adauto, Sangaletti, Henrique, Marcinho, Alexandre e Sinval.
Expulsões: Alex Mineiro (16’ 1º tempo) e Kléber (29’ 2º tempo)

Atlético: Flávio; Rogério Corrêa, Nem (Ilan), Gustavo; Rogério Souza (Geraldo), Cocito, Rodrigo (Aduato), Adriano, Fabiano; Alex Mineiro, Kléber ­ téc. Geninho.

Guarani: Gilberto; Wilson, Lico, Edu Dracena, Jadílson; Sangaletti, Henrique (Élder), Marcinho, Alexandre; Léo, Sinval ­ téc. Zé Mário

Reportagem: Patrícia Bahr



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…