26 ago 2002 - 19h29

O RETORNO DO PANTERA

A última dúvida do técnico Valdir Espinosa para escalar o Atlético que enfrenta o Palmeiras, na Arena da Baixada, nesta quarta-feira, às 20h30, parece está terminando. O goleiro Flávio deve recuperar a posição de titular que perdeu nas últimas três partida do rubro-negro devido a uma contusão na região lombar.

O retorno de Flávio ainda não está totalmente confirmado pelo treinador atleticano. Porém, indícios indicam que o titular rubro-negro nos últimos cinco anos deve voltar a usar a camisa 1. No treino tático, Espinosa utilizou a formação de defesa e Flávio era quem estava debaixo dos traves.

“Eu estou totalmente recuperado da lesão. Se o treinador optar pela minha volta eu ficarei feliz e farei de tudo para ajudar o Atlético na conquista de mais uma vitória em casa”, disse Flávio.

O treinador de goleiros Ricardo Pinto é quem mais aposta na volta do pupilo aos gramados. Segundo o treinador, Flávio tem cadeira cativa no time titular devido a sua história com o clube e também a segura que transmite aos companheiros durante o jogo.

“O Flávio faz parte de história do Atlético. O retorno dele ao time titular somente depende da condição médica. Ele deixou o grupo devido a uma contusão e quando estivesse recuperado todos sabiam que ele voltaria a ocupar o seu lugar na equipe”, afirmou Ricardo Pinto.

O substituto de Flávio durante o período de reclusão no Departamento Médico também mereceu aplausos do treinador. A atuação de Adriano Basso, principalmente no empate contra o Vitória na Bahia, foi muito elogiada. Na opinião de Ricardo Pinto, quem sai ganhando tendo dois goleiros de qualidade no elenco é o Clube Atlético Paranaense.

“O Adriano foi muito bem nas três partidas em que jogou. Ele foi um substituto a altura e sua atuação mereceu elogios de toda comissão técnica. O Atlético é o verdade vencedor de ter dois grandes goleiros no grupo”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Atlético Paranaense



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…