28 ago 2002 - 22h59

VITÓRIA E VICE LIDERANÇA

Com um gol salvador de Kléber aos 35 minutos do primeiro tempo o Atlético chegou a vice-liderança do Brasileirão mesmo com uma partida a menos que o líder, o Juventude. O time gaúcho tem 13 pontos e o Furacão, 10.

A partida começou com o Palmeiras atacando e logo aos 5 minutos abrindo o placar. Só que a jogada foi anulada pelo auxiliar porque o jogador Alexandre estava em impedimento.

Depois disso o Atlético se impôs e começou a jogar pelas laterais, principalmente com Alessandro que fazia belas jogadas. Num cruzamento aos 24 minutos, Rogério Corrêa quase marcou de cabeça. A bola foi para fora.

A pressão aumentava na medida em que o Atlético virava com facilidade as jogadas no campo. E foi assim que saiu o gol da vitória. Adriano recebeu na linha de fundo e cruzou na área. Kléber cabeceou à queima-roupa, sem chances para Marcos. Foi o quinto gol dele no Campeonato Brasileiro, se isolando na artilharia.

Sem criatividade no meio-de-campo, já que não podia contar com os contundidos Zinho, Lopes e Pedrinho, o Palmeiras não conseguiu preocupar o Furacão no restante da primeira etapa.

O Atlético voltou do intervalo aproveitando a superioridade clara do time e, com uma forte marcação pressão na saída de bola adversária, criou boas chances de gol.

Em uma dessas oportunidades, aos 12min, Adriano roubou a bola do lateral Diego e tocou para Dagoberto dominar e bater à direita do goleiro Marcos.

Cansado de ver sua equipe ser dominada pelo time da casa, Murtosa resolveu mexer na equipe, colocando o jovem Anselmo no lugar de Juninho. Minutos depois, o treinador trocou o lateral Diego, que marcava muito mal, por Pedro.

O Palmeiras quase empatou a partida aos 28 minutos, quando o meia Juliano fez boa jogada pela direita e bateu cruzado para o goleiro Flávio espalmar e a zaga afastar o rebote.

No Atlético, Valdir Espinosa trocou Kleberson – que saiu machucado – por Fabrício, Cocito, por Allan Bahia e Dagoberto, por Jadílson. E foi Jadílson quem quase fez o segundo do rubro-negro. Após driblar o goleiro Marcos, ele puxou a bola para o lado de dentro da grande área, perdendo o equilíbrio e chutando para fora.

O próximo compromisso do Furacão vai ser no sábado, dia 31, contra o Corinthians, em São Paulo. A prtida terá transmissão em rede aberta para todo o Paraná, pela RPC.

Ficha Técnica

ATLÉTICO-PR 1 x 0 PALMEIRAS

Atlético-PR
Flávio; Alessandro, Ígor, Rogério Correia e Fabiano; Cocito (Allan Bahia), Douglas Silva, Kleberson (Fabrício) e Adriano; Dagoberto (Jadílson) e Kléber
Técnico: Valdir Spinosa

Palmeiras

Marcos; Arce, Thiago Matias, Alexandre e Diego (Pedro); Paulo Assunção, Célio, Juliano (Itamar) e Juninho (Anselmo); Nenê e Dodô.
Técnico: Murtosa.

Data: 28/08/2002 (quarta-feira)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartões Amarelos: Cocito (Atlético-PR); Juninho e Thiago Matias (Palmeiras)
Gol: Kléber aos 35 minutos do primeiro tempo

Fotos: Rodolfo Bührer / TudoParaná



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…