O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
5 set 2002 - 16h19

Manifesto Rubro-Negro

Ontem após largas penas pude saldar uma dívida que
tinha com os meus amigos rubro-negros do Paraná.
Muitas vezes fui acusado de simpatizar com o Coritiba
por freqüentar seus jogos. Alguma vez disse que assim
o fazia porque meus amigos eram coxas, grande mancada,
meu comentário foi mal interpretado, como se não
considerasse os rubro-negros amigos, logo eu, que sou
flamenguista convicto.

Ontem, portanto, fui a Baixada ver o Furacão jogar.

Aguardei meu cicerone na banca em frente ao estádio,
bem, está mais para um shopping. A galera na academia
malhando em quanto a fila se formava para entrar no
jogo. Outro fato que não passou desapercebido foi o
movimento feminino, já estava começando a gostar do
jogo sem mesmo ter entrado no estádio.

Munidos dos nossos convites seguimos a massa rumo a
arena, buscando a melhor posição para podermos
apreciar o espetáculo que estava por iniciar. O
gramado como pude notar estava a poucos metros da
vibrante torcida, especial para cumprimentar a mãe do
adversário, pensei comigo.

Já postado no meu lugar comecei a verificar que o
fator extra campo seria um grave problema neste
jogo… para mim!!! As beldades a minha volta
complicariam as minhas decisões a respeito do que
observar. O cenário havia mudado, não era mais um
Atlético x Botafogo e sim um Futebol x Mulheres. Duas
paixões nacionais….complicado…

O jogo começou e com ele as emoções. Kleber na trave e
uma linda loira abrindo um sorriso. O jogo prometia!!!
Mais um ataque e aquele rosto a me atormentar. E veio
o primeiro gol, eu busquei aquele rosto a tempo de ver
aquele belo sorriso novamente, isso sim era um gol de
placa. No alto falante ouvia com prazer o meu Flamengo
abrindo vantagem no Maracanã. Não sei se foi a emoção
de ver o meu time ganhando em um gramado que tão
ingrato nos fora, as cores vermelho e preta cintilando
no estádio ou mesmo aquele rosto angelical. Não sei
até agora, mas lembro de ter me juntado ao coro
“A-tlé-ti-cooo. A-tlé-ti-cooo”.

Quando o juiz apitou o fim do jogo minha atenção se
voltou rapidamente para aonde deveria estar aquela
moça que dividira minha atenção. Mas para a minha
decepção ela não mais estava. Tinha sido levada pela
multidão.

Amigos coxa brancas. O estádio do Furacão é melhor, as
mulheres mais bonitas e o time joga melhor. Se em
alguma coisa vocês levam vantagem é que podem assistir
o jogo sentados.

Como Flamenguista que sou saio da Baixada entendendo
ainda mais porque nasci rubro-negro!!!!



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…