O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
15 out 2002 - 22h56

Cheiro de mudança

Hoje acordei com um pressentimento diferente desses que tem nos
assombrado. Depois da atuação no Canindé, tenho impressão de que as
coisas estão melhorando pelos lados rubro-negros, apesar do empate.

O
clima já é outro, os atletas demonstram mais vontade e a história pode
começar a mudar amanhã em Florianópolis.
Mesmo não concordando com a escalação de Gilson Nunes, sacando Gustavo do
time, acredito em mudanças e das mais radicais, afinal sou atleticano e
sempre acredito! Gustavo tem todo direito de reclamar e reivindicar sua
posição, pois não é qualquer jogador, é o ídolo que se consagrou no clube
e conquistou a confiança da torcida. Se ele for embora, não poderemos
tirar sua razão, pois ele tem motivos de sobra, principalmente porque no
momento em que está pronto para o jogo, seu professor lhe oferece a
suplência.
Mas tudo bem! Rogério e Cocito voltam e já devem dar nova consistência ao
time. Kléber também deve retornar com fome de gol, e nós, torcedores,
parece que esta semana resolvemos encontrar motivações para darmos a
volta por cima.

Tenho a convicção de que amanhã, em Florianópolis, o Atlético ganha e
traz três pontos, sobe na tabela, Gilson Nunes sobe no conceito e os
jogadores ganham segurança.
Vamos nos unir para que o Mundo conspire a favor do Atlético !!!
É o otimismo tomando conta dos atleticanos, é a força rubro-negra
contagiando corações.
É a semana do Atleticanismo mexendo com a adrenalina do torcedor.
É a corrente pra frente, é o furacão, nossa grande paixão.
Dá-lhe Atlético, rumo à classificação na reta final do Brasileirão.



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…