16 out 2002 - 0h08

Atlético e Figueirense têm bom relacionamento

Dois clubes “parceiros”, cotados no início do campeonato para ocupar posições opostas na tabela, brigam hoje, às 20h30, em Florianópolis, pelos mesmos objetivos no Brasileirão. Atlético, atual campeão nacional, e Figueirense, vice da Série B em 2001, duelam para se aproximar da zona de classificação do torneio.

Fora de campo, Atlético e Figueirense mantêm uma relação de proximidade. Nos últimos dois anos o time catarinense tem funcionado como “filial” rubro-negra do atual elenco alvinegro, o volante Pires, os meias William e Marcelinho e os atacantes Selmir e Renato Martins são oriundos do campeão brasileiro. Em agosto, o “Figueira” foi convidado para realizar na Arena o último amistoso preparatório do Rubro-Negro para o Brasileirão. Os presidentes Mario Celso Petraglia e Paulo Prisco Paraíso são amigos e até o apelido dos times é o mesmo o Figueirense também é conhecido como “Furacão do Estreito”.

O desempenho das equipes surpreendente, negativa ou positivamente. O Atlético ganhou apenas uma das últimas dez partidas e só empatou e perdeu sob o comando de Gílson Nunes. Já o Figueirense, candidato ao rebaixamento antes do campeonato, recuperou-se após a vinda do técnico Muricy Ramalho e ultrapassa a “matriz” com uma vitória esta noite.

Fonte: Jornal do Estado



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…