16 out 2002 - 0h04

Semana do Atleticanismo

Saudações Rubro-Negras!

Os momentos mais emocionantes da minha vida de Arena!
Faltavam cerca de 15 minutos para começar o jogo. Vi uns 5 ou 6 sacos pretos de plástico sendo arremessados para cima e, deles, caíam “pompons”, feitos de jornal, pela torcida “Os Fanáticos”.

Estava atrás do banco de reservas do São Caetano e, ao ver a cena, pensei: legal! Os Fanáticos vão, de novo, embelezar parte da Arena! Na minha mente, pensei que os pompons seriam apenas para a região da torcida Os Fanáticos mas… Incrivelmente, ao que me parecia, do nada, foram surgindo sacos e mais sacos pretos com pompons caindo por seus buracos! Eles iam chegando, lançados por torcedores que, irmanamente pegavam um e lançavam os demais para o restante dos torcedores! Foi uma aula de “dividir o que se tem”! Quando o primeiro pompom passou por sobre minha cabeça e caiu a uns 5 metros à minha direita, eu não agüentei! E, pelo visto, ninguém agüentou! Toda a torcida começou a gritar eufórica com aquele momento! Nesse ínterim, entrou o furacão em campo! Arena lotada, todos gritando e eu lá, com meu pompom na mão, no meio do campo, feliz da vida! O jogo em si foi aquele espetáculo que todos viram!

Mas o segundo momento de emoção extrema do jogo aconteceu aos 42 minutos do segundo tempo! Adriano entrou pela lateral da área e caiu! Pênalti! Ninguém se conteve! Era a certeza do título! Mesmo o pênalti tendo sido batido no meio do gol, eu olhei apenas para a rede e esperei ela chacoalhar! Ao isso acontecer, já podia comemorar o título de Campeão Brasileiro! O jogo acabou, a torcida ficou.

Torcedores no gramado, beijando bandeiras, pagando promessas, andando de pé, de joelhos e até mergulhando no gramado verdejante daquela tarde de domingo na Arena! Fenomenal! Indescritível! No domingo seguinte, foi comemorar o gol do mesmo Alex Mineiro e correr pra Arena pra ver o fim da festa! Ser atleticano é bom! É viver do passado também! Só que, esse passado é o presente! Ainda somo o Campeão Brasileiro! Podemos ser Bi! Não há problema se for mais difícil! Ano passado perdemos de 4 para o Gama! Esse ano só foi 3! Dá Furacão! Vamos lá Furacão! Ser Bi Campeão, na Arena! Dessa vez, eu vou levar meu pompom, o mesmo de 23 de Dezembro de 2001.

Guilherme Alexandre Oro Neto – 21 anos
Estudante e Funcionário Público Estadual
feranene@tutopia.com.br

Participe da Semana do Atleticanismo. Envie o seu texto para equipe@furacao.com
com seus dados completos. Estamos esperando.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…