6 nov 2002 - 20h14

ATLÉTICO BATE O PAPÃO

O Atlético derrotou o Paysandu por 2 a 1 em jogo realizado na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada. Com o resultado, o rubro-negro respira aliviado e fica mais longe da zona de rebaixamento, embora os atletas tenham sempre negado a possibilidade de ficar entre os últimos colocados. O time tem remotas chances de classificação. Já o Paysandu permanece na zona de rebaixamento e fica em situação delicada.

O jogo foi de baixa qualidade técnica e irritou os poucos torcedores que se animaram a enfrentar a fria noite curitibana para assistir ao jogo entre as duas equipes que não almejam a classificação entre os oito. Com os desfalques de Fabiano e Kléber, o Atlético entrou com uma novidade: o meia Fabrício improvisado na lateral-esquerda. Já o Papão não pôde contar com Jóbson, seu principal destaque individual.

O primeiro gol do jogo saiu aos 31 minutos. O volante Douglas Silva cobrou falta da intermediária e marcou o primeiro gol de falta do Atlético neste Brasileiro. O chute foi forte, mas entrou no meio do gol de Marcão, que foi pego no contrapé. O rubro-negro se animou com a vantagem no placar e passou a pressionar o adversário.

Aos 35, o Atlético chegou ao segundo gol, que acabaria garantindo a vitória. Alex Mineiro fez boa jogada e tocou para Adriano, que bateu da entrada da área de modo certeiro no cantinho direito do goleiro paraense.

No segundo tempo, a equipe da casa caiu de produção. O técnico Abel Braga trocou o atacante Alex Mineiro pelo meia Rodriguinho. O Papão foi para cima e descontou aos 26 minutos. Sandro chutou de longe, o goleiro Flávio espalmou na trave e Vandick aproveitou o rebote para marcar o gol de honra da equipe paraense.

O Atlético recuou e passou a jogar nos contra-ataques. Em um deles, o meia Adriano tocou a mão na bola e acabou sendo expulso, já que havia recebido o cartão amarelo no primeiro tempo. Com um a menos, o Furacão se postou na defesa e aguardou o tempo passar. Flávio fez duas boas defesas e garantiu a vitória.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO: Flávio; Alessandro, Rogério Corrêa, Wellington Paulo e Fabrício (Evaldo); Douglas Silva, Cocito, Kleberson e Adriano; Alex Mineiro (Rodriguinho) e Dagoberto. Técnico: Abel Braga.

PAYSANDU: Marcão; Tinho, Sérgio e Gino; Marcos, Sandro, Vânderson, Wélber e Luís Fernando (Magnum); Vandick e Balão (Zé Augusto). Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Arena da Baixada

Data: 06/11 (quarta), 20h30

Cartões amarelos: Cocito e Tinho

Cartões vermelhos: Adriano

Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…