16 nov 2002 - 20h47

Time está definido para jogo contra o Juventude

A despedida do Campeonato Brasileiro não será como o Atlético esperava. O rubro-negro entra em campo para enfrentar o Juventude, no domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada, apenas para cumprir tabela. Sem nenhuma chance de classificação, o objetivo do time comandado pelo técnico Abel Braga é vencer para se despedir da competição de forma honrosa e deixar uma boa impressão.

“Terminar o campeonato com vitória deixa uma imagem legal. É este o pensamento do elenco para vencer o Juventude”, disse Abel.

Mais que cumprir o último compromisso na competição, a comissão técnica atleticana utilizará a partida dar oportunidade a alguns atletas que não foram utilizados com freqüência ao longo da temporada. No treino coletivo realizado na Arena, Abel confirmou a equipe com algumas novidades.

“Uma coisa boa da partida será escalar jogadores que pouco tiveram oportunidade e agora tem que estar motivados em jogar pelo Atlético. É o jogo para mostrar o valor e talvez garantir a permanência no próximo ano”, explicou o treinador atleticano.

No setor defensivo, o zagueiro Rogério Corrêa cedeu lugar ao companheiro Gustavo. No meia campo, setor onde dois atletas estão cumprindo suspensão, Reginaldo Vital e Preto ganharam de presente do treinador a camisa titular. Será a primeiro jogo que o volante Vital iniciará.

No ataque, Kleber foi vetado pelo Departamento Médico, enquanto Dagoberto ficará de fora em razão da expulsão contra o Cruzeiro. Abel Braga optou em adiantar Adriano para formar dupla com Alex Mineiro.

“Eu estou escalando o que eu tenho de melhor. Eu optei em manter os três zagueiros e adiantar o Adriano para atuar ao lado do Alex em razão do desfalque do Kleber”, concluiu Abel.

O time do Atlético para enfrentar o Juventude está escalado com Flávio, Alessandro, Gustavo, Wellington Paulo, Igor, Fabrício, Cocito, Reginaldo Vital, Preto, Adriano e Alex Mineiro.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…