18 nov 2002 - 10h00

As últimas participações do Atlético no Brasileiro

O Atlético terminou sua participação no campeonato brasileiro de 2002 na 14ª posição. A equipe obteve 9 vitórias, igual número de derrotas e ainda 7 empates, tendo marcado 39 gols e sofrido 33. Apenas para que sirva de comparativo, só Alex Mineiro e Kléber marcaram em 2001, 34 gols.

Desde a volta para a Primeira Divisão, após o Título da Segundona em 95, o Atlético tem feito boas campanhas. Já em 96, classificou-se para a 2ª fase, ficando em 8º. Em 97 e 98, com todos os problemas de estar com a Baixada em reformas e contando com elencos medianos, o Furacão terminou na 12ª e 16ª colocação, respectivamente.

Em 1999, a 9ª colocação, se não permitiu a classificação para a etapa seguinte do Brasileiro, credenciou o rubro negro a disputar o Torneio Seletivo, vencido em finas contra o Cruzeiro, onde a estrela do artilheiro Lucas brilhou e levou a equipe a disputar sua primeira Copa Libertadores.

Na Copa João Havelange, que substituiu o Brasileiro de 2000, o Atlético classificou-se à fase seguinte e terminou a competição em 8º lugar. Em 2001 veio a maior glória da história atleticana. Após eliminar São Paulo e Fluminense nas fases eliminatórias, o Atlético venceu duas vezes o São Caetano nas finais, sagrando-se Campeão Brasileiro.

O Furacão vai assim, caracterizando-se como o legítimo representante do futebol paranaense na elite do futebol nacional, pois tem obtido, em média, as melhores classificações desde sua volta à Primeira Divisão.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…