26 nov 2002 - 0h08

Comentários da pesquisa sobre Gustavo – Parte II

Sérgio Siqueira
No ano de 2002, Gustavo jogou muito pouco em virtude de seguidas lesões.
De duas uma: Ou realmente foram lesões e deste modo parece que o jogador está com sérios problemas, ou… estava demonstrando a sua indignação pelos acontecimentos relacionados com a renovação de seu contrato, o que seria pouco profissional.
Qualquer uma das opções prejudica a sua permanência no time.

Querino Zagonel
Gustavo já teve seu tempo no Atlético, chegou a hora de sair, a muito tempo que ele anda entregando a rapadura, vamos lembrar:
1º Contra o Cruzeiro em Minas e na Arena- Copa Sul Minas.
2º Contra o Inter na Arena 3 gols de cabeça em cima dele, e ele se escalou e o Gilson Nunes sem moral colocou ele no time e deu no que deu.
3º Se viser um levantamento veremos que a maior parte do ano vive contundido e força para jogar fora de forma.
Não fale a pena nem apresentar as inumeras falhas dele.
Pergunte quantos gols de cabeça ele fez em 4 ou 5anos de Atlético deve ser uns 3 ou 4 no máximo, para um jogador de 1,90 m de altura é rídiculo.

Sacha
Não precisa falar muito, o Gustavo é simplesmente expetacular. A palavra que resume ele é TUDO, ele é um atleta completo, não é por nada não, ams eu sou a maior fã dele, acompanho seu trabalho desde o juniores. Espero que ele continue ano que vem.

Paulo Henrique
O Gustavo já deu o que tinha que dar no atlético, temos que valorizar os pratas da casa!!

Fernando Corrales
O Gustavo em forma é um dos melhoreszagueiros do futebol brasileiro.

Eduardo Joakinson
O zagueiro Gustavo, principalmente em 2002 mostrou-se um jogador lento, lembro-me do “corte” que ele levou no Mineirão na final da Sul Minas.
Ficou marcado positivamente pelo gol na final do Paranaense 2000. Porém, deve-se verificar o que esta acontecendo com este jogador que frequenta mais o Departamento Médico do que os gramados.

Luiz Otavio
Provavelmente a maioria discorde do meu posicionamento, mas sou contrário a permanencia do Gustavo.
Sou contrário desde o momento que este jogador obrigou o treinador a escalalo e fez aquela “excelente” partida contra o internacional.
Acho que está na hora de mudança, não adianta continuar com jogador que acha que é “dono” do time.
Ele vai continuar, e tenho certeza que jogará poucas partidas, pois vai se machucar de novo e também tenho certeza que será responsável por diversos gols que levaremos.

Ricardo C. Ribeiro
A série de contusões que o Gustavo sofreu neste ano, atrapalhou muito sua participação nos jogos do Atletico em 2002. Mas sabemos do seu potencial como “xerife da zaga” e acredito que, se bem recuperado, terá fome de bola p/ ajudar o Atlético em 2003.

Paulo Kotze
Tem o manto sagrado rubro-negro tatuado no corpo! Gustavão é atleticano de coração, e merece ficar pra sempre conosco!

Camilo Chamaco
Um grande time é feito de referências , isto é , jogadores que convivem com mais de uma formação , mais de uma diretoria e com vários treinadores . No Atlético , Gustavo é o Cara. Responsável pelo histórico do time em campo e pelo suporte aos jogadores jovens e quiça ,para um técnico de vida longa ( por favor nada de Ivo Wortmann ) . Gustavo deve ser o capitão do time e jogador pra mais cinco anos.



Últimas Notícias

Opinião

Céu e inferno

Qual a semelhança entre Casemiro Mior, Flávio Lopes, Heriberto da Cunha, Ricardo Drubscky, Leandro Ávila e Fabiano Soares? E entre Geninho, Antonio Lopes, Paulo Cesar…