16 dez 2002 - 20h32

Opinião: ‘Em boas mãos’

Ontem, o Atlético deixou de ser o “atual campeão Brasileiro” para virar mais um, na galeria dos times que já conquistaram a competição. Deixamos de ser o Campeão Brasileiro por nossas próprias deficiências. Não tivemos eficiência e muito menos competência para manter o título.

Mas se a taça e o título não podiam mais ficar com a gente, que fique, pelo menos, com o time que jogou este ano um futebol parecido com o nosso. Um time que joga o futebol rápido, veloz, imprevisível. Que procura o gol a todo instante e não se cansa nem um segundo dessa procura.

O que Robinho, Diego e Alberto fizeram neste Campeonato Brasileiro não foi nada melhor ou diferente do que fizeram Souza, Kleberson, Adriano, Alex Mineiro e Kleber no ano passado. A estratégia de Leão foi a mesma de Geninho: pegar um time desconhecido, fazê-lo jogar o melhor de seu futebol, atacar sempre e se cuidar na defesa. A mesma filosofia vencedora de Geninho: “enquanto eles atacam, a gente defende. Quando a gente ataca, o problema é deles”.

Por isso, se o título de atual Campeão Brasileiro não servia mais ao Atlético, que fique com o jovem, atrevido, moleque time do Santos. Pelo menos eles mostraram que tiraram uma boa lição do Furacão de 2001: marcar gol e jogar bonito, para o ataque, é o que importa no futebol. Parabéns, Santos! A taça de Campeão Brasileiro, que era nossa até ontem, está em boas mãos!

Patrícia Bahr
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…