28 dez 2002 - 10h42

ABRIL – MAIO – JUNHO




Documento sem título

ABRIL

Eliminado
da Copa Libertadores, o mês de abril começou mal para o Atlético, mas iria terminar
bem. No primeiro jogo, o time apenas empatou em 1 a 1 com a revelação da Copa
Sul-Minas: o Tubarão.

Devido
ao grande apoio da torcida, Mário
Celso Petraglia
voltou atrás na sua decisão de sair e assumiu o Conselho
Gestor do Clube. “A conclusão da Arena será uma das nossas principais prioridades,
ao lado da transformação do clube em Clube Atlético Paranaense S/A”, afirmou
Petraglia.

No
primeiro grande confronto do mês, com o Grêmio, pela Copa Sul-Minas, ainda
pela fase de classificação, o Furacão empatou em 2 a 2,
deixando de garantir antecipadamente a vaga para as semi-finais. A vaga só veio
na última partida, num jogo que abalou o coração dos torcedores atleticanos.
Aos 30 minutos do segundo tempo, a equipe perdia por 3 x 1 para o América
Mineiro e estava com dois jogadores a menos. Com este resultado o rubro-negro
seria eliminado da competição. Mas, o milagre
aconteceu. O Atlético conseguiu virar a partida e venceu por 4 a 3, garantindo
a vaga nas semifinais da Sul-Minas.


Milagre em Minas: virada salvadora

Na
primeira partida da semifinal, contra o Grêmio, houve o resultado mais expressivo
do Furacão durante todo o ano. 5 a 1
em pleno Olímpico! Uma goleada para ficar na história do Atlético. Destaque
para Adauto, que marcou três gols. Na partida de volta bastou um empate em 1 a 1
para garantir o lugar na final da Copa Sul-Minas contra o Cruzeiro.

Jogos
de abril:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
27.04
15h55
Atlético
1
x 1
Grêmio
Baixada
Sul-Minas
20.04
16h
Grêmio
1
x 5
Atlético
Olímpico
Sul-Minas
14.04
16h
América-MG
3
x 4
Atlético
Independência
Sul-Minas
07.04
16h
Atlético
2
x 2
Grêmio
Baixada
Sul-Minas
03.04
20h30
Atlético
1
x 1
Tubarão
Baixada
Sul-Minas


MAIO

O
rubro-negro participou de duas finais em maio. Ganhou uma e perdeu outra. A
primeira a ser disputada foi a da Copa Sul-Minas, na qual o Atlético enfrentou
o Cruzeiro. O resultado não foi o esperado. A equipe mineira derrotou o Furacão
nas duas partidas – 2 a 1
na Baixada e 1 a 0
no Mineirão – e acabou ficando com o título.

Foi
em maio que Luiz Felipe Scolari definiu os convocados para a Copa do Japão e
Coréia. Entre eles estava o paranaense Kleberson,
o primeiro jogador de um clube do Paraná a participar de uma Copa do Mundo.

Na
metade do mês, o site Furacao.com conquistou seu maior prêmio. Ficou entre os
Top3 na categoria ‘Pessoal-Esportes’ e no Top10 dentre todas as categorias ‘Pessoal’,
faturando o prêmio iBEST
em barras de ouro.


Furacao.com honrou as cores rubro-negras em São Paulo

O
Supercampeonato Paranaense começou para o Atlético na goleada de 4 a 0 sobre
o Grêmio de Maringá. Logo em seguida veio o clássico contra o Coritiba, vencido
pela equipe alvi-verde.

Abalados
pelos resultados ruins e pelo cansaço, os jogadores atleticanos alegaram que
queriam férias,
já que tiveram pouco tempo para descansar no início do ano. Também, com base
nos resultados, a diretoria atleticana demitiu o técnico Geninho.
Em seu lugar assumiu o preparador físico Riva.

Riva
conduziu a equipe no restante do Campeonato Paranaense. O rubro-negro venceu
o Prudentópolis
por 3 a 0 e empatou com o Iraty
em 0 a 0, garantindo a vaga na final do Estadual.

No
primeiro jogo da final, um massacre
de 6 x 1 sobre o Paraná Clube na Arena da Baixada, resultado que praticamente
garantiu o título ao Furacão.

Jogos
de maio:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
30.05
15h55
Atlético
6
x 1
Paraná
Baixada
Paranaense
25.05
16h
Atlético
0
x 0
Iraty
Baixada
Paranaense
22.05
21h40
Atlético
3
x 0
Prudentópolis
Baixada
Paranaense
19.05
16h
Coritiba
1
x 0
Atlético
Couto
Pereira
Paranaense
16.05
20h
Atlético
4
x 0
G.
Maringá
Baixada
Paranaense
12.05
15h55
Cruzeiro
1
x 0
Atlético
Mineirão
Sul-Minas
05.05
16h
Atlético
1
x 2
Cruzeiro
Baixada
Sul-Minas


JUNHO

Em
junho o Atlético sagrou-se Tricampeão
Paranaense, título inédito na história do Clube. O título
veio mesmo com a derrota por 4 a 1 para o Paraná Clube, pois na primeira
partida da final o Furacão venceu por 6 a 1.

Foi
neste mês que o meia Kleberson
fez sua estréia na Copa do Mundo. Ele entrou no segundo tempo do jogo
contra a Costa Rica, vencido pelo Brasil por 5 a 2.
O
jogador do Atlético substituiu o atacante Edílson e deu mais consistência
ao meio-campo brasileiro. Ele jogou 33 minutos e criou boas jogadas, tanto nas
roubadas de bola quanto nos contra-ataques.

Na
partida seguinte, contra a Bélgica, o Xaropinho
fez boa jogada pela direita no final do jogo e cruzou para Ronaldo completar
a bela jogada. O gol tirou o Brasil do sufoco e classificou a nação
para as quartas-de-final contra a Inglaterra. Mas foi contra o ‘English Team’
que o craque do Furacão agarrou a posição de titular e
não saiu mais da equipe.


Kleberson Pentacampeão Mundial

No
jogo da final,
contra a Alemanha, ele foi um dos melhores em campo. Marcou como poucos e surgiu
no ataque como elemento surpresa. Supresa para os alemães e para a imprensa
brasileira. Não para os atleticanos, que se acostumaram a ver o Xaropinho
dando show com a camisa rubro-negra.

No
dia 24, o Estádio
Joaquim Américo
, maior símbolo físico do Clube Atlético
Paranaense, completou três anos de existência após a reforma
que colocou o complexo esportivo entre os melhores do mundo. Foram quase dois
anos de obras até o término parcial do estádio e a abertura
de seus portões a nação atleticana.

Jogos
de junho:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
02.06
15h55
Paraná
4
x 1
Atlético
Vila
Capanema
Paranaense

 




Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…