2 fev 2003 - 21h26

ATLÉTICO FAZ FEIO

Um Atlético desarticulado, desentrosado e com graves deficiências técnicas experimentou na tarde deste domingo o que os clubes do Brasileiro de 2001 experimentaram quando caíam na Arena da Baixada. Jogando no Anilado lotado (7 mil torcedores), em Francisco Beltrão, o Furacão foi engolido pela equipe local e retorna do Sudoeste paranaense trazendo uma derrota por 2×0 na bagagem.

Em 11 confrontos oficiais, o Atlético nunca havia perdido para o Beltrão. O fim do tabu foi decretado por Wilson, aos 29min do 1º, e Luizinho Capanema, aos 5min do 2º. O placar contemplou uma equipe que não se intimidou diante do rubro-negro, jogando ofensivamente o tempo todo. A pressão foi tão grande que o Atlético deixou Francisco Beltrão “comemorando” o fato de não ter sofrido uma goleada.

Com o resultado, o Beltrão se destaca como a melhor equipe do interior e desponta como o vice-líder do Paranaense, com 7 pontos. Já o Atlético caiu para a 7ª colocação e mais um tropeço pode lhe tirar da zona de classificação. Para a partida contra o Rio Branco, o rubro -negro deverá ter os retornos de kléberson, Jean e Dagoberto. Já o Beltrão, no meio da semana, encara a Adap-Ponta Grossa, fora de casa.

FRANCISCO BELTRÃO 2 x 0 ATLÉTICO

Francisco Beltrão: Cássio; Vladimir, Guinei, Alexandre e Naia; Wilson (Elói), Mona (Assis), Alex e Rogério (Luizinho Cascavel); Luisinho Capanema e Santos. Técnico: Jairo Scheid.

Atlético: Cléber, Alessandro, Igor, Daniel e Fabrício; Alan Bahia, Pires (Davi), Adriano e Wellington (William); Jadílson (Fabinho) e Ilan. Técnico: Heriberto da Cunha

Data: 02/02/2003
Local: Anilado, em Francisco Beltrão
Gols: Wilson, 29 do 1º; Luizinho Capnema, 5 do 2º
Árbitro: Gérson Antonio Baluta
Expulsão: Alessandro e Ilan
Fonte: Futebolpr



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…