25 mar 2003 - 10h13

Resumo dos jornais desta terça-feira

Atlético mais ofensivo em Recife
O Atlético chegou ontem a Recife, onde amanhã à noite fará uma partida de vida ou morte contra o Sport, no jogo de volta da 2.ª fase da Copa do Brasil. Precisando fazer no mínimo dois gols na casa do adversário para seguir adiante na competição, o técnico Vadão resolveu mudar o esquema tático do 3–5–2 para o 4–4–2, deixando o time mais ofensivo. Com isso sai o zagueiro Daniel, que ficava na sobra, e entra Rodrigo ou Leomar para reforçar o meio-de-campo.(Leia mais).

 

Cocito só fica no Atlético se acertar novo contrato
A partida contra o Sport poderá ser a última do capitão Cocito pelo Atlético. O jogador já vive uma semana decisiva para saber se continua ou não no clube.(Leia mais).

 

Atlético rejeita presente de grego
O Atlético comemora 79 anos de fundação nesta quarta-feira e já escolheu qual presente quer ganhar no dia do aniversário: uma vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Mas para isso o time terá que quebrar um tabu e vencer pela primeira vez na história o Sport na Ilha do Retiro e por dois gols de diferença.(Leia mais).

 

Confiante, Vadão aposta naquebra do tabu em Recife
A missão é difícil. Levando-se em conta as mais recentes apresentações do time, quase impossível. Mesmo assim, o Atlético viajou ontem para Recife, onde amanhã tenta vencer o Sport por uma diferença de dois gols para continuar na Copa do Brasil. O rubro-negro de Curitiba nunca venceu o rubro-negro de Recife jogando na casa do adversário. Foram oito jogos, com quatro empates e quatro derrotas.(Leia mais).

 

Atlético muda tática para tentar sobreviver na Copa do Brasil
O técnico Vadão, do Atlético, decidiu usar todas as armas para tentar derrubar um tabu que poderá ser duplamente comemorado pela torcida rubro-negra. Amanhã, o Furacão encara o Sport, na Ilha do Retiro e precisa mais do que nunca vencer a partida para continuar na Copa do Brasil. Vitória que será inédita. Jamais o Atlético venceu o time pernambucano em Recife.(Leia mais).

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…