27 mar 2003 - 18h13

Façam suas apostas

O time do Atlético já mostrou que precisa melhorar bastante se quiser fazer um bom papel neste Campeonato Brasileiro. Depois de ficar na sexta colocação no Estadual e de ser eliminado pelo Sport Recife na Copa do Brasil, a única competição que restou, no ano, foi a do brasileirão.

E este ano a fórmula vai ser diferente de todas as disputas de nacionais. Pela primeira vez na história teremos um campeonato por pontos corridos, em turno e returno. Ou seja, leva o troféu aquele time que somar mais pontos ao longo do torneio. Serão 46 rodadas.

Esse já era o sonho de muitos dirigentes do futebol brasileiro, uma fórmula simples e de muita aceitação entre os torcedores. Só que um agravante pode estragar a festa: poderemos ter um campeão já na 40º rodada, no começo de novembro. As outras seis rodadas seriam jogadas no lixo, afastando os torcedores dos estádios. Quem sabe apenas os times que brigam para não cair serão o centro das atenções.

E para fugir desta última regra, o Atlético vai ter que trabalhar muito. De acordo com a pesquisa do site Furacao.com, mais de 30% dos torcedores acreditam que o rubro-negro ficará entre os dois últimos colocados, sendo rebaixado. O medo é grande e nos comentários da pesquisa dá para se ter uma idéia do que pode vir pela frente: “Com este time que aí está, vamos ser rebaixados. Acabou o time, sem ataque, sem uma criatividade… está na hora de acordar contratar jogadores e ter um bom banco (…) enfim, Sr. Petralia, ou você investe em novas contratações, ou vamos para a segundona”, desabafa Luiz Braz.

Nelson Gabilan vai mais longe: “lamentavelmente um time que o jogador não tem o mínimo interesse em vestir a camisa, sai sem mais nem menos do campo de jogo, vou esperar o quê de um time deste? No mínimo é problema sério no comando inteiro. Eu nunca vi uma coisa desta nem mesmo em time de várzea. Uma coisa é certa talvez desta vez eu pare de ir a campo de futebol e economize o meu dinheiro. Estou muito chateado com esta diretoria que dá tanta munição para os coxas crescerem”.

Estréia

O Atlético começa o Campeonato Brasileiro neste sábado, às 18h, na Arena da Baixada. O técnico Vadão deve colocar em campo o seguinte time: Diego, Alessandro, Ígor, Rogério Corrêa e Ivan; Cocito, Adriano, Fabrício e Rodrigo; Ilan e Dagoberto.

O atacante húngaro Roland Tüske não foi nem relacionado pelo treinador para a concentração. O atleta está com fortes dores nos pés.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…