2 abr 2003 - 16h40

Cocito e Kleberson estão garantidos no clássico

O técnico Vadão terá que conviver com um “bom problema” na semana que antecede o clássico entre Atlético e Paraná Clube, no próximo domingo, às 16 horas, no estádio Pinheirão. Com o retorno do meia Kleberson da Seleção Brasileira e da liberação do volante Cocito pelo Departamento Médico do Clube, o treinador atleticano terá que quebrar a cabeça para decidir quais os atletas que vão ocupar as quatro vagas no setor de meia cancha do time.

A ótima atuação do Atlético na estréia do Campeonato Brasileiro diante do Grêmio rendeu elogios para todo o elenco rubro-negro. Quatro jogadores em especial foram destacados pelo comandante da equipe. Ivan, Fabricio, Rodrigo e o estreante com a camisa titular Leomar foram os destaques da partida. Porém, o bom futebol apresentado não é garantia de titularidade.

“O Kleberson e o Cocito não deixaram a equipe titular em razão de ordem técnica. Seria injusto da minha parte manter os dois de fora. O Kleberson e o Cocito têm lugar garantido até que deixem de provar. Alguém tem que ser sacrificado devido a volta dos jogadores”, explicou Vadão.

Mesmo com a certeza que a equipe que venceu o Grêmio será alterada, o técnico atleticano não antecipa quem deixa o time. Somente nos treinos do decorrer da semana Vadão vai decidir os premiados em vestir as camisas titulares. Leomar, Fabricio e Rodrigo disputam apenas uma vaga já que Cocito, Kleberson e Adriano têm presença garantida contra o Paraná.

“Eu vou continuar treinando buscando uma vaga no time. O importante é permanecer concentrado e disposto a ajudar o Atlético”, explicou Fabricio.

“Eles (Cocito e Kleberson) voltam e eu fico aguardando uma nova oportunidade”, disse Rodrigo.

“É muito bom ter um elenco grande e com atletas de qualidade. Quem ganha com isso é o Atlético que tem peças de reposição para disputar uma competição longa como o Campeonato Brasileiro”, concluiu Kleberson.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…