6 abr 2003 - 17h54

Atuação vergonhosa

O Paraná goleou o Atlético pro 3 a 0 em jogo realizado na tarde deste domingo no estádio Pinheirão. Em uma tarde negra para o rubro-negro, o tricolor soube aproveitar a apatia dos atleticanos e construiu um ótimo resultado. O vexame poderia ter sido ainda maior, mas o goleiro Diego defendeu um pênalti no final e evitou uma goleada ainda maior.

O jogo marcou a estréia do goleiro Flávio com a camisa do Paraná, depois de quase sete anos defendendo o Furacão. A partida começou movimentada e os goleiros tiveram muito trabalho. O Atlético deu o primeiro chute a gol aos 4 minutos, quando Fabrício cobrou falta de longe e Flávio fez ótima defesa.

Depois do susto inicial, o Paraná assumiu o controle da partida e quase abriu o placar aos 8, quando Renaldo cruzou rasteiro e Marquinhos furou. A zaga atleticana errou na marcação.

O time tricolor abriu o placar dois minutos mais tarde: Renaldo driblou Igor e Leomar com um só toque e rolou para Fernandinho bater no ângulo de Diego. O Atlético respondeu com uma cobrança de falta de Dagoberto, que passou perto da trave de Flávio.

O atacante Renaldo marcou o segundo gol aos 22 minutos, aproveitando um cruzamento de Fabinho. Novamente, a zaga atleticana falhou feio e deixou Renaldo livre para marcar. Com este gol, o Atlético desabou. As melhores chances voltaram a ocorrer somente nas cobranças de falta, mas nunca houve uma pressão sobre a meta paranista.

Aos 7 minutos do segundo tempo, Marquinhos recebeu de Renaldo e tocou na saída de Diego, fazendo o terceiro gol paranista. Aos 12, Milton acertou um chute no travessão, quase marcando o quarto.

No último lance da partida, Fernandinho foi derrubado por Diego dentro da área e o árbitro Paulo César de Oliveira marcou o pênalti. Diego foi muito bem na bola e defendeu seu segundo pênalti neste Brasileirão.

Com base na reportagem da MBPress

2º Rodada – (06/04) – Paraná 3 x 0 Atlético – Pinheirão
A: Paulo César de Oliveira (SP); CA: Fernando Miguel, Ageu, Marquinhos, Igor, Adriano e Diego; CV: Éverton; G: Fernandinho, aos 10 e Renaldo, aos 22 do 1°; Marquinhos, aos 7 do 2°.

PARANÁ: Flávio; Milton, Cristiano Ávalos (Sandro Blum), Ageu e Fabinho; Goiano, Fernando Miguel (César Romero), Fernandinho e Marquinhos; Renaldo (Everton) e Caio. T: Cuca.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Igor, Rogério Corrêa e Ivan; Leomar (Luciano Santos), Rodriguinho, Fabrício (Fabinho) e Adriano; Ilan (Fernandinho) e Dagoberto. T: Vadão.


Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…