12 abr 2003 - 14h41

Opinião: “O direito de todos”

Na sexta-feira, recebemos o seguinte e-mail: “quando o site começa a ser imitado sem cerimônia só pode ser sinal de que as coisas estão indo bem. O Furacao.com é a maior referência para o Atlético, e agora exemplo para os que querem seguir o mesmo caminho”. Quem assina é o advogado e colaborador do site Ricardo Campelo.

Nos últimos anos temos sido o carro-chefe do Atlético Paranaense na internet. Não há outra página que tenha tanto conteúdo informativo quanto a nossa. E seguindo a velha máxima do saudoso Abelardo Barbosa, o Chacrinha, que nada se cria, tudo se copia, muita gente seguiu os nossos passos. Ainda bem! Sinto-me honrado em saber que fazemos um excelente trabalho e que outros atleticanos nos tomam como exemplo.

É bom saber que outros sites deixaram de ser amadores, pararam de falar mal do rival, elaboraram layouts e saíram das tradicionais páginas gratuitas, para elevar o nome do Atlético Paranaense, objetivo de todos nós. (é claro que ainda há, infelizmente, muita coisa de ruim e desinformativa do Atlético na internet)

Construir um site não é difícil. Difícol é mantê-lo, ininteruptamente, por mais de seis anos. É por isso que se estivéssemos naquela famosa brincadeira dos dedos, seríamos o “Pai de Todos”.

E já que estamos há muito tempo no ar, convido o internauta para continuar nos acessando, que participe mais das nossas seções e colabore. A Furacao.com
também é de vocês.

Sérgio Tavares Filho
sergio@furacao.com



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…