O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
24 abr 2003 - 10h30

Potencial versus Realidade

Por décadas o Atlético foi sinônimo de mesmice. Ganhava-se um campeonato paranaense aqui e outro ali, geralmente com muitas dificuldades. Raríssimas vitórias contra times considerados grandes eram motivo de comemorações extraordinárias.E assim a vida foi passando e os apaixonados torcedores aceitavam com passividade o “status quo”. Há alguns anos, não uma vitória sobre um grande time, mas sim uma goleada por parte de um timeco, sacudiu os passivos, revoltou os irriquietos, explodiu o caldeirão e, um novo rumo a nave seguiu.

Partidas históricas, vitórias, campeonatos conquistados seguidamente e o sangue rubro-negro tornou-se nobre.

Campeão Brasileiro 2001.

Quase o clímax. Potencial para a conquista da Libertadores, do Campeonato Mundial.

23 de dezembro de 2001: esta é a data-chave para uma tentativa de se entender a dura e triste realidade de hoje.

Os guerreiros começam a perder a batalha para si mesmos ao transmutarem-se em imortais, invencíveis. Acobertados pelo ditador maior ( a semelhança das antigas republiquetas sul-americanas), os heróis assumem toda a soberba disponível: batalhas menores ? quem se importa com elas!!

Começam as pequenas derrotas, mas a soberba continua. Os revezes se acumulam; alguns heróis são decapitados pelo ditador, outros abandonam a nave prevendo desastres maiores ( embora também tenham contribuído para os mesmos).

O eminente ditador não se apercebe da iminente e avassaladora queda; a soberba continua.

Tenta-se alguns remendos de qualidade duvidosa, mas a nave está definitivamente avariada e sem rumo.

Ou será o rumo do retrocesso?

Em menos de 18 meses, o fantástico potencial que poderia ter sido transformado em uma grandiosa realidade, foi consumido pela arrogancia, desmandos e egocentrismo de vários.

Ainda não voltamos ao estágio de décadas atrás. Ainda há tempo para a ebulição do sangue rubro-negro.

Extirpe-se o mal: alguns dirigentes, jogadores cujo ego não cabe na camisa que vestem e que não merecem vestir.

Adie-se a conclusão do estádio. É preferível uma meia-lua com guerreiros do que um círculo fechado, vazio, sem substância.

Reacenda-se a Paixão e com ela a Alegria.

O Atlético tem potencial para se transformar na mais bela realidade de todos os tempos!



Últimas Notícias