3 maio 2003 - 13h59

Resumo dos jornais deste sábado

Rubro-Negro encara o “bicho-papão” Cruzeiro – Além de retomar o esquema 3–5–2, o técnico arma (na ausência de Adriano) um meio-de-campo com três volantes (Leomar, Luciano Santos e Kléberson). “Queremos impedir as jogadas pela direita com o Deivid e as subidas do Maurinho. Mas no caso do Alex, não haverá uma marcação especial”, adiantou, sem convencer.(Leia mais).

 

Cruzeiro recebe Atlético-PR no Mineirão – Motivados pela vitória de virada em cima do Criciúma, alguns jogadores do Atlético-PR não entendem o porquê do descrédito da torcida, que vem hostilizando os jogadores nas partidas na Arena da Baixada. O zagueiro Capone, que estréia contra o Cruzeiro, foi um dos atletas que criticou o comportamento da torcida atleticana.(Leia mais).

 

Atlético enfrenta o último invicto – “Temos que fazer bom uso da tranquilidade que aquela vitória nos trouxe para a gente poder vencer de novo”, pregou o atacante Ilan. Embora fale respeitosamente em vitória no Mineirão, o time rubro-negro sabe que, no fundo no fundo, um empate já será considerado bom resultado.(Leia mais).

 

Cauteloso, Furacão encara a Raposa – O Atlético joga hoje à noite, a partir das 18 horas, em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro. O jogo seria difícil de qualquer maneira, mas o time mineiro ainda está motivado pela conquista da marca de 30 partidas consecutivas sem derrotas.(Leia mais).

 

Atlético-PR tenta quebrar invencibilidade da Raposa – A confiança na vitória sobre a Raposa parece ter aumentado, após o time quebrar na última rodada, uma seqüência de quatro jogos sem vitória. “A vitória sempre dá alegria e mais tranqüilidade para trabalharmos durante a semana”, disse o atacante Ilan que reconheceu que o time esteve mal no primeiro tempo contra o Criciúma e teve forças para virar o placar na etapa complementar.(Leia mais).

 


Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…