11 maio 2003 - 17h05

Em tarde de Ilan, Atlético vence

Na tarde fria de Curitiba, o Atlético voltou a apresentar um bom futebol, principalmente no primeiro tempo, e venceu o Juventude por 2 a 0. Destaque para os dois gols do artilheiro Ilan.

Durante os primeiros minutos do primeiro tempo as duas equipes pouco se arriscaram ao ataque e apenas observaram o esquema de jogo do adversário, mas já era possível perceber que a equipe gaúcha veio com o objetivo de jogar nos contra-ataques.

Para a sorte do Atlético, a tática do Juventude não deu certo, pois a dupla de zaga estava bem postada e anulou as chances alviverdes. Já aos 17 minutos saiu o gol rubro-negro. O lateral-direito Alessandro avançou pelo meio, tocou para Dagoberto que, de primeira, passou para Ivan cruzar para Ilan. O atacante atleticano só teve o trabalho e colocar a bola no fundo das redes do goleiro Maurício.

Motivado pelo gol, o time atleticano partiu para cima em busca do segundo. E só não o fez com maior rapidez porque o árbitro da partida, Wagner Tardelli, deixou de marcar dois pênaltis claríssimos. Um em cima de Dagoberto e outro em Kleberson.

Mesmo assim, a equipe não vacilou e marcou o segundo gol novamente com Ilan, aos 28 minutos. O time gaúcho reclamou muito de uma possível falta antes de Ilan invadir a área, mas de nada adiantou. O Atlético fazia 2 a 0 e dominava a partida.

Foi então que os jogadores do Furacão relaxaram e deixaram o Juventude crescer no jogo. Mas nada que causasse perigo ao gol do aniversariante Diego até o final da primeira etapa.

Logo no início da volta para o segundo tempo, o Juventude ficou com um problema a mais: o zagueiro Maurício Fernandes sofreu falta de Ricardinho (que havia entrado no lugar de Ilan, machucado) e deu uma cotovelada no atacante atleticano. Wagner Tardelli viu e expulsou o beque gaúcho.

A torcida atleticana imaginou que com um homem a mais o time iria pressionar o Juventude em busca do terceiro gol. Mas não foi o que aconteceu. Os jogadores ficaram apáticos e pouco fizeram para furar o bloqueio adversário.

Durante boa parte do segundo tempo, o que se viu foram as trocas de bola entre as laterais do Atlético. A maior chance do rubro-negro foi o gol na cabeçada de Leomar, mas que foi anulado pelo árbitro da partida.

Com a vitória o Furacão soma 10 pontos na tabela de classificação e no próximo domingo irá a Porto Alegre enfrentar o Internacional.

Foto: Hedeson Silva / parceria Paraná-Online

8º Rodada – (11/05) – Atlético 2 x 0 Juventude – Arena da Baixada
A: Wagner Tardelli (RJ); CA: Mineiro, Filipe Alvim, Alessandro, Rodrigo Pontes e Capone; CV: Maurício Fernandes; G: Ilan, aos 14 e aos 25 do 1º.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Capone, Rogério Corrêa e Ivan; Leomar, Luciano Santos, Kleberson e Adriano; Ilan (Ricardinho) e Dagoberto (Fernando). T: Vadão.

JUVENTUDE: Maurício; Mineiro, Renato, Maurício Fernandes e Filipe Alvim; Rodrigo Pontes, Fernando, Camazzola e Rafael (Caíbe); Marcelo e João Paulo (Geufer). T: Cristóvão Borges.


Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…