19 maio 2003 - 11h18

Opinião: “Faltou ousadia”

Quem viu o jogo ontem, viu também que o Atlético deixou escapar a oportunidade de trazer três pontos. Foi muito cauteloso, marcou bem atrás e mostrou pretensões de vitória em apenas alguns momentos. Concordo até certo ponto de que é melhor um ponto fora do que a derrota, mas ontem dava para ganhar.

Concordei com Vadão quando abriu o jogo contra o Cruzeiro, da mesma maneira que abriu contra o Criciúma. Perdeu em Minas por grandes qualidades individuais da raposa, que realmente fizeram a diferença. Contra o Criciúma o risco foi parecido, mas o tigre não teve a mesma eficiência, tanto que perdeu gols na cara de Diego quando vencia ainda por 2 a 1.

Ontem era dia de abrir o jogo e tentar os três pontos. Quando Vadão mexeu no time, já era tarde, e não se expôs a um risco maior. Se da metade do segundo tempo para frente o furacão fosse mais atrevido, confesso que o colorado gaúcho não iria mostrar resistência.

Tanto foi falado que não seria considerado o tabu, mas o que o Atlético mostrou foi o simples objetivo de não perder. Não foi abusado, jogou simples, não foi atrevido e não foi ousado.

Não gostei do jogo, acho que o nosso furacão pode ser mais ambicioso, pois se assim não for, jogaremos até o final do campeonato apenas conquistando “quireras” para ficar na zona intermediária. Desse jeito, campeão, nem pensar.

Rogério Andrade
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…