24 maio 2003 - 18h04

Tem Urubu no Caldeirão da Baixada

Baixada lotada. Essa é a expectativa de todos para o jogo da tarde deste domingo entre Atlético e Flamengo, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro 2003. Além do apelo popular do adversário, o Atlético tem a seu favor o fato de se consolidar na competição, melhorando seu rendimento e resultados.

O Furacão entra em campo ocupando a 13° colocação, mas pode encerrar o domingo em 8° lugar. Para isso, precisa vencer o Flamengo e contar com tropeços de Vitória (contra o Cruzeiro) e de Guarani (contra o Paysandu). No sábado, Fluminense e São Caetano não conseguiram vencer, resultados que foram favoráveis ao Atlético. O fato de jogar contra um adversário direto também conta a favor: vencendo, o Atlético empatará em número de pontos: 14).

Na escalação do time, também se notam aspectos positivos: o time será o mesmo que jogou contra o Juventude e praticamente o mesmo que jogou contra o Inter, com apenas uma modificação (o retorno de Alessandro à lateral-direita). A definição de um time titular e a manutenção dos jogadores a cada rodada era uma das principais reivindicações da torcida rubro-negra.

Assim, o técnico Oswaldo Alvarez parece ter fixado que a dupla de zaga será mesmo formada por Capone e Rogério Corrêa, encerrando com a instabilidade do setor, por onde já passaram Igor, Juliano e Tiago. Do mesmo modo, Leomar e Luciano Santos ganharam as posições no meio-campo de modo definitivo.

Com a volta de Alessandro depois de cumprir suspensão, o time ficará reforçado na lateral-direita, já que David teve uma atuação apagada diante do Internacional. Além disso, sua experiência será importante na marcação de Athirson, uma das principais peças ofensivas do Flamengo.

Flamengo

Se precisa tomar cuidado de Athirson, o Atlético terá ao menos uma preocupação a menos: o meia Felipe, machucado, foi vetado pelos médicos e não jogará. Em seu lugar, entrará o baixinho Igor, jogador habilidoso que chegou a ser pretendido pelo Atlético antes de assinar contrato com o Fla.

Vadão já destacou também que terá cautelas adicionais na marcação do pentacampeão Edilson, que formará o ataque ao lado do jovem Jean. Ele marcou gols contra Vitória e Sport e se adaptou rapidamente à equipe em sua volta. No entanto, o jogador mais importante do Flamengo nos últimos jogos tem sido o ex-contestado Fábio Baiano, principal responsável pela organização do meio-campo.

Outro desfalque do time de Nelsinho Baptista será o zagueiro Fernando, que se machucou no jogo contra o Guarani. Sua vaga será ocupada por Valdson, que jogará ao lado de André Bahia. O restante do time está praticamente confirmado, à exceção de uma dúvida na cabeça-de-área: Jônatas ou Fabiano Eller.

10º Rodada – (25/05) – Atlético x Flamengo – Arena da Baixada
A: Luciano Augusto Almeida (DF); H: 16h00.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Capone, Rogério Corrêa e Ivan; Leomar, Luciano Santos, Kleberson e Adriano; Dagoberto e Ilan. T: Vadão.

FLAMENGO: Júlio Cesar; Luciano Baiano, Valdson, André Bahia e Athirson; Fabinho, Jônatas (Fabiano Eller), Fábio Baiano e Igor; Jean e Edilson. T: Nelsinho Baptista.


Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…