29 maio 2003 - 10h38

Resumo dos jornais desta quinta-feira

Atlético preparado para jogar fora do Rio de Janeiro
Sem medo de cara feia. A mudança do local da partida Atlético x Fluminense para o município de Mesquita não assustou os jogadores e comissão técnica do Atlético. Apesar de desconhecido para a maioria dos rubro-negros, na opinião deles, atuar em Édson Passos não será tão ruim assim. O grupo recebeu informações de que o estádio oferece boas condições e nem os arredores parecem intimidar a delegação que vai pegar os cariocas no sábado. (Leia mais).

 

Washington segue no Atlético
O atacante Washington decidiu ficar em Curitiba para realizar o tratamento cardiológico sugerido pela junta médica do Atlético. Após mais uma conversa com representantes do clube (na terça-feira à noite), o jogador acatou o diagnóstico e anunciou o início da terapia para o dia 14 de junho. (Leia mais).

 

Igor e Fabrício substituem desfalques no Atlético-PR
O técnico do Atlético-PR, Oswaldo Alvarez, definiu os substitutos do zagueiro Capone e do meia Adriano, expulsos na vitória sobre o Flamengo no último domingo e que cumprem suspensão contra o Fluminense, no próximo sábado, no estádio Giulitte Coutinho. No setor defensivo, Igor já havia sido confirmado. Na meia cancha, Fabricio será o dono da camisa número oito no Rio de Janeiro. (Leia mais).

 

Fabrício ganha a preferência para jogar no Rio
Fabrício largou na frente na disputa pela vaga do suspenso Adriano no meio-campo do Atlético. Ele foi testado na armação da equipe no coletivo de ontem, no CT do Caju, e saiu em vantagem na preferência do técnico Vadão. “Ele treinou muito bem, mas vamos ver amanhã (hoje). Talvez façamos mais uma modificação só para ver”, adiantou o treinador, que não quis confirmá-lo ainda. Rodriguinho está na briga para jogar. (Leia mais).

 

Washington aceita proposta do Atlético
O atacante Washington comunicou ao clube que aceitará a proposta de se submeter a um tratamento médico de seis meses, proposto pelo Atlético. O jogador foi submetido a vários exames de coração e os especialistas recomendaram o tratamento. O jogador deve começar no início de junho e depois dos seis meses fará novos exames para só então ser liberado. A oferta do Rubro-Negro foi feita independente dele assinar ou não contrato com o clube depois do tratamento. A decisão de Washington de aceitar a proposta dos médicos e do Atlético foi tomada depois de consultar a família e o procurador Gilmar Rinaldi. (Leia mais).

 

Fabrício ganha nova oportunidade
O técnico Vadão parece não ter mais dúvidas na formação do time do Atlético que encara o Fluminense, no próximo sábado, no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos/RJ. O meia Fabrício que concorria com mais três jogadores (Jadson, Rodrigo e Ricardinho), ganhou no primeiro treino coletivo da semana que aconteceu ontem, no CT do Caju, a vaga na equipe em substituição a Adriano, suspenso. (Leia mais).

 


Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…