30 maio 2003 - 14h31

Opinião: “Jogo para três pontos”

Amanhã, no Rio de Janeiro, nada melhor do que três pontos para confirmar a fase de ascensão que o Atlético está vivendo. Insisto mais uma vez no aproveitamento das estatísticas, que novamente estão a nosso favor. Muitas vezes as estatísticas não refletem a realidade, mas na maioria das vezes, é um fator estimulante e positivo para o rubro-negro.

O Atlético entra em campo com duas mudanças: Igor assume a responsabilidade de substituir Capone, e acredito que não muda muita coisa, embora Capone esteja realizando grandes apresentações e dando uma consistência grande à zaga. Creio que a saída de Adriano possa diminuir a velocidade do meio para frente, e é aí que o Atlético poderá sentir um pouco a diferença. Fabrício sabe fazer esta função, mas não se movimenta tanto como o incansável Adriano.

Está quase tudo a favor do Atlético, não fossem as ameaças criadas pelos tricolores para intimidar a torcida e o time do Atlético. Não é de hoje que respondemos às ameaças com vitórias e um bom futebol, enquanto os tricolores preocupam-se em bater, dentro e fora de campo.

Acompanho desde ontem as informações cariocas e os comentários sobre o jogo, e acabo chegando à conclusão de que este jogo é “nosso”. O próprio Marcelo Barros, da imprensa do Rio, informou que o Fluminense possui um time fraco, desestruturado e com muitos desfalques. Estão depositando tudo na contratação de Romário. Até lá, jogam com o que têm. Marcelo ainda citou: “Se o Atlético jogar o que está jogando e atacar, ganha o jogo com sobras”.

Agora, é Vadão trabalhar a cabeça da moçada para jogar com inteligência. Chega de se contentar com “empates com sabor de vitória”. Amanhã no Rio, é dia de três pontos.

Rogério Andrade
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…