7 jul 2003 - 18h02

Marcos Caetano esclarece críticas a Ilan

O jornalista Marcos Caetano, da ESPN Brasil e do Jornal do Brasil, enviou e-mail hoje para a Furacao.com sobre a polêmica gerada sobre suas supostas críticas ao atacante Ilan, do Atlético e da Seleção Brasileira.

Ontem, o site publicou uma reportagem entitulada “Ilan diz que gols são resposta aos críticos”. A matéria abordou as declarações de Ilan após o jogo de ontem, nas quais ele afirmou que os três gols foram uma resposta às críticas da imprensa paulista.

A reportagem lembrou que no programa Linha de Passe, da ESPN Brasil, o jornalista Marcos Caetano havia chamado Ilan de “pangaré”. Em seu e-mail, Caetano disse que não se lembrava de ter dito tal frase e explicou o contexto de seus comentários. “Não me recordo de ter chamado Ilan de “pangaré“. Apenas disse que ainda não o considero um jogador com nível para Seleção Brasileira. Não critiquei o jogador, mas sua convocação”, afirmou ele.

O jornalista disse que Ilan tem potencial e pode ser jogador da Seleção um dia, mas acredita que no atual momento há outros jogadores em melhores condições. Ele afirmou que a artilharia do Campeonato Brasileiro não pode ser um critério, pois a depender disso a cada semana haveria um novo jogador na Seleção (Nadson, Dimba ou Deivid).

Em resposta, nossa equipe atestou ao jornalista que ele havia de fato chamado Ilan de “pangaré”. Ele prometeu que reverá o teipe do programa para esclarecer a questão no Linha de Passe desta noite. “Pode até ser que “no calor da batalha” eu tenha mencionado que Seleção não é lugar de pangarés. Posso até ter mencionado o Ilan num grupo de jogadores que, para mim, não tem bola (ainda) para a Seleção. Mas será que eu disse mesmo que “Ilan é um pangaré”? Isso realmente não faz o meu estilo”, afirmou ele.

Por fim, Marcos Caetano ressaltou que não é bairrista e muito menos perseguidor do futebol paranaense, lembrando que escreveu um artigo elogioso ao Atlético em 2001. “Torço para que a promessa Ilan vire realidade”, finalizou ele.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…