23 jul 2003 - 23h20

Confira a coletiva do técnico Vadão

Confira as principais declarações do técnico Oswaldo Alvarez na entrevista coletiva realizada logo após o fim do jogo Guarani 1 x 0 Atlético, na noite desta quarta-feira.

EXPULSÕES
“Nós só jogamos quando ficamos com dez. Até a expulsão, a gente praticamente não jogou nada e não mereceu o resultado”

MÁ ATUAÇÃO
“Fizemos uma péssima partida. Isso só vai acabar quando conseguirmos vencer fora de casa. Isso eu sei, você sabe e qualquer criancinha sabe”

RECUPERAÇÃ0
“Nós jogamos muito mal e isso não ocorreu em função das ausências. Se a equipe joga o tempo todo como jogou os últimos minutos, a história poderia ter sido outra. Ficou o alento dos últimos minutos”

COBRANÇAS
“Eu não tenho que falar para a imprensa o que vou falar com os jogadores. O que eu tenho de falar, vou falar para os jogadores e não para a imprensa. Esse desabafo dos jogadores faz parte, é normal. Depois eles conversam entre eles e se acertam. O grupo é bom”

ATACANTES
“De atacantes, nós só ficamos com o Ricardinho e com os garotos do Júnior. O Lê está com uma infecção no joelho e não sabemos se poderemos aproveitá-lo”

CORAGEM
“Uma hora vai ter que ganhar. E para ganhar tem de ter coragem e personalidade, como tivemos contra o São Paulo”

ILAN
“A expulsão dele foi infantil. Se ele tinha amarelo e colocou a mão na bola, cometeu um erro grave. Foi uma infantilidade”

FABRÍCIO
“O Fabrício entrou bem, mas o Ivan estava cansado e tivemos de substituí-lo e perdemos uma peça importante no meio”



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…