23 jul 2003 - 23h14

Fabrício diz que não xingou assistente

O meia Fabrício negou que tivesse agredido verbalmente o árbitro assistente José Otávio Dias Bittencourt. Essa foi a razão de sua expulsão pelo árbitro Leonardo Gaciba da Silva.

O jogador levou o cartão depois de reclamar com o assistente pela não marcação de um impedimento do ataque do Guarani. “Eu falei ‘Foi impedimento, porra! Caralho’. Daí ele chamou o Gaciba e disse que eu chamei ele de ‘filho da mãe’, coisa que eu não faço porque sou religioso. Ele vai pagar a conta com Deus”, declarou Fabrício ao repórter Leonardo Mendes Jr., da Rádio CBN.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Próximo treinador

Apenas para manifestar minha preocupação com relação à notícia publicada no decorrer da semana dando conta de possível interesse do Athletico na contratação de Roger…