3 ago 2003 - 19h19

Atlético perde de novo e Vadão cai

O Atlético perdeu para o Vasco da Gama por 2 a 1 em jogo realizado na noite deste domingo no estádio São Januário, no Rio de Janeiro. Com esse resultado, o rubro-negro encerrou sua participação no primeiro turno na 18° colocação, com 26 pontos conquistados. O time conquistou apenas 3 pontos fora de casa, nos empates com o Figueirense, o Internacional e o São Caetano.

A péssima campanha da equipe no atual Brasileirão causou a demissão do técnico Oswaldo Alvarez, anunciada pelo presidente Mário Celso Petraglia logo após o jogo deste domingo.

A partida foi de baixa qualidade técnica e teve poucos lances interessantes. Apenas 3 mil torcedores foram ao estádio de São Januário e viram o primeiro tempo acabar empatado sem gols.

O Atlético entrou em campo com três zagueiros e dois volantes. Luciano Santos foi sacado do time titular, dando lugar a Douglas Silva, mas nem isso foi suficiente para melhorar o desempenho do time. A melhor chance atleticana ocorreu aos 38 minutos. Ilan foi lançado por Rogério Corrêa e ficou de frente para o goleiro Fábio, que saiu quase na linha da grande área e conseguiu fazer a defesa.

Alguns minutos depois, Ilan recebeu cruzamento de Ivan da esquerda, subiu mais que o zagueiro e cabeceou firme, mas Fábio espalmou para escanteio, evitando aquele que seria o primeiro gol do jogo.

Aos 46, Donizete aproveitou falha da zaga dentro da grande área e chutou para o gol, mas Diego fez uma excelente defesa, para alívio de seus companheiros.

Segundo tempo

O Vasco voltou para o segundo tempo sem Beto e com o jovem Moraes no meio-campo. Aos 15 minutos de jogo, Ivan fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, mas Alex Mineiro chutou para fora. Cinco minutos depois, Douglas Silva invadiu a área e caiu depois de uma disputa com Russo. O árbitro não marcou pênalti e o volante levantou-se rápido, sem reclamar.

Aos 23 minutos, Leomar tabelou com Ilan e recebeu livre na área, mas se afobou e bateu de primeira, por cima do gol de Fábio. Cinco minutos depois, Marcelinho cruzou da direita, Capone pulou menos que Donizete e o atacante vascaíno desviou de cabeça para o fundo das redes do Atlético.

Logo depois de sofrer o gol, o Atlético levou mais um. Aos 30, em um contra-ataque rápido, Da Silva entrou no buraco deixado pela defesa e chutou no canto direito de Diego, marcando o segundo gol vascaíno.

Somente depois dessa desvantagem o técnico Vadão mudou o time, tirando Leomar e Capone e colocando em campo Juliano e Fernando. O Atlético marcou seu gol de honra aos 44 minutos. Fabrício chutou de fora da área, a bola desviou em Wellington Paulo e enganou Fábio.

23ª Rodada – (03/08) – Vasco 2 x 1 Atlético – São Januário
A:
Paulo César de Oliveira (SP); CA: Leomar, Wescley, Da Silva, Juliano e Russo; P: 3.259; R: R$ 14.010,00; G: Donizete, aos 28, Da Silva, aos 30 e Fabrício, aos 43 do 2°.

VASCO: Fábio; Wellington Monteiro (Russo), Wescley, Wellington Paulo e Ozéia; Da Silva, Rodrigo Souto, Beto (Moraes) e Marcelinho Carioca; Donizete e Régis (Léo Borges). T: Mauro Galvão.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Igor, Capone (Fernando), Rogério Corrêa e Ivan; Leomar (Juliano), Douglas Silva e Fabrício; Ilan e Alex Mineiro. T: Vadão.

Foto: O Dia



Últimas Notícias