24 set 2003 - 19h59

Furacão reencontra a vitória

Depois de três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, para Criciúma, Cruzeiro e Juventude, o Atlético se reabilita e vence, de virada, o Internacional por 2 a 1.

A partida começou bastante equilibrada, com chances de gols para as duas equipes. A melhor oportunidade do rubro-negro aconteceu aos 5 minutos com Ivan. O lateral fez boa jogada pela esquerda e chutou cruzado, mas nenhum atacante atleticano alcançou a bola.

Para tristeza da torcida do Atlético, esta foi a única chance de gol do time em todo o primeiro tempo. Perdido em campo, os jogadores deixaram o Inter crescer em campo e foram dominados pela equipe gaúcha. Jefferson Feijão teve boa chance para marcar aos 15 minutos, mas não soube aproveitar, para sorte do Furacão.

Mas aos 24 minutos o Inter abriu o placar com gol de Flávio (ex-Atlético) após cobrança de falta do lado esquerdo atleticano. O lance mostrou a fraqueza da defesa rubro-negra nas jogadas áereas que não souberam evitar a antecipação de Flávio.

A situação do Atlético ficou mais complicada ainda com a expulsão do atacante Ilan. O jogador puxou a camisa do jogador colorado e acabou levando seu segundo amarelo. A torcida não perdoou e xingou o atacante com gritos de ‘burro’ enquanto ele saia de campo.

Para felicidade dos jogadores atleticanos, o Internacional não soube aproveitar a vantagem numérica e técnica. O time gaúcho chegava com facilidade ao gol rubro-negro, mas não conseguia finalizar com perfeição.

Na volta para a segunda etapa, Mário Sérgio sacou Alan Bahia e colocou Alex Mineiro em campo. A mudança não trouxe muitos benefícios ao time no início, os jogadores continuavam perdidos e sem qualquer organização tática.

Todavia, a situação começou a mudar quando Gavilán foi expulso aos 25 minutos. Com o equilíbrio numérico, os atleticanos superaram os colorados na base da vontade. A entrada de Jádson no lugar de Alessandro também melhorou bastante o futebol apresentado pelo Atlético.

Melhor em campo, o Atlético chegou ao empate aos 32 minutos. Alex Mineiro avançou pela direita e cruzou para Dagoberto, que dominou a bola, deixou seu marcador para trás e tocou no contra-pé do goleiro Clemer.

A igualdade no marcador deixou o time gaúcho nervoso, que abriu os espaços para o Furacão. Faltando poucos minutos para o final da partida, o Atlético partiu em contra-ataque para cima do Internacional com Dagoberto que invadiu a área e sofreu pênalti. Alex Mineiro bateu bem e trouxe a vitória novamente para os lados da Baixada.

Com o placar favorável, o torcedor atleticano voltou a sorrir e até ensaiou alguns gritos de ‘olé’ para cima do adversário. Mas ainda houve tempo para a zaga rubro-negra dar mais um susto nos torcedores. Aos 49 minutos Daniel Carvalho recebeu lançamento dentro da área e, sozinho, chutou por cima do gol de Diego. Depois do lance, o árbitro Wilson Luis Seneme encerrou a partida.

Encerrada a seqüência de derrotas, o Atlético chega aos 39 pontos, respira um pouco no campeonato e fica, momentaneamente, na 16ª posição.

Foto: Átila Alberti / Paraná-Online

32ª Rodada – (24/09) – Atlético 2 x 1 Internacional – Baixada
A:
Wilson Luís Seneme (SP); CA: Edu Silva, Sangaletti, Claiton, Flávio, Tiago Matos, Alan Bahia, Fernandinho, Ivan, Igor e Luciano Santos; CV: Ilan e Gavilán; P: 6.403; R: R$ 68.556,00; G: Flávio, aos 24 do 1°; Dagoberto, aos 33 e Alex Mineiro, aos 38 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro (Jadson), Igor, Rogério Corrêa, Tiago (Daniel) e Ivan; Alan Bahia (Alex Mineiro), Luciano Santos e Fernandinho; Ilan e Dagoberto. T: Mário Sérgio.

INTERNACIONAL: Clêmer; Elder Granja, Sangaletti e Vinícius; Gavilán, Claiton, Flávio (Fábio Júnior), Diego (Tiago Matos) e Edu Silva; Daniel Carvalho e Jéfferson Feijão. T: Muricy Ramalho.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…