4 out 2003 - 18h15

Atlético decepciona e empata com o Flu

Atlético e Fluminense empataram por 0 a 0 em partida fraca tecnicamente realizada na tarde deste sábado na Arena da Baixada. O resultado acabou sendo pior para o time carioca, que está em penúltimo lugar no Campeonato Brasileiro. Apesar disso, o empate também foi lamentado pelos atleticanos.

O primeiro tempo foi muito ruim: as duas equipes criaram poucas chances e dois lances ilustraram bem o que foi a partida. No primeiro, o zagueiro Tiago, totalmente livre no campo defensivo, pisou na bola e caiu, em cena digna de comédia pastelão. Depois, o meia Carlos Alberto, do Fluminense, enrolou-se com a bola e caiu sobre ela, fazendo falta ao tocá-la com a mão.

Os goleiros Diego e Fernando Henrique não foram exigidos: só participaram do jogo na primeira etapa nas cobranças de tiro de meta e em reposições de bola.

Insatisfeito com sua equipe, o técnico Mário Sérgio providenciou uma mudança para o início do segundo tempo: colocou Fabrício em lugar de Ivan. O meia entrou em campo vaiado pela torcida.

Na etapa final, o Atlético criou algumas chances para marcar. Logo no início, Alessandro fez boa jogada pela direita e chutou de longe, mas a bola passou por cima da meta. Aos 15 minutos, Alex Mineiro tocou para Ilan, mas o atacante se atrapalhou dentro da área e desperdiçou a oportunidade.

O time estava começando a melhorar e Mário Sérgio optou por sacar Luciano Santos e promover a entrada de Fernandinho. Em uma de suas primeiras jogadas, o meia driblou dois adversários e chutou à meia altura, obrigando o goleiro carioca a fazer boa defesa.

O Furacão perdeu força ofensiva quando Alex Mineiro, machucado, pediu para sair e foi substituído por Jadson. Depois disso, as melhores chances atleticanas ocorreram em bolas paradas. Fabrício e Jadson cobraram faltas na entrada da área, mas Fernando Henrique sempre intercedeu bem. Em outro lance, o Atlético quase marcou seu gol em uma confusão na área após uma cobrança de escanteio.

Durante o segundo tempo, parte da torcida pediu a saída do técnico Mário Sérgio e gritou o nome de Geninho, campeão brasileiro com o Atlético em 2001 e recentemente demitido do Corinthians. O atacante Ilan também recebeu xingamentos da torcida.

Foto: Lucimar do Carmo / Paraná-Online

34ª Rodada – (04/10) – Atlético 0 x 0 Fluminense – Baixada
A: Clever Assunção Gonçalves (MG); CA: Alessandro, Tiago, Rodolfo e Zada; P: 8.179; R: R$ 64.170,00.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Tiago, Rogério Corrêa, Igor e Ivan (Fabrício); Alan Bahia, Luciano Santos (Fernandinho) e Adriano; Ilan e Alex Mineiro (Jadson). T: Mário Sérgio.

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Jancarlos, César, Rodolfo e Jadílson; Marcão, Marciel (Rodolfo Soares), Zada e Carlos Alberto; Joãozinho (Lopes) e Marcelo (Sorato). T: Renato Gaúcho.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…