8 out 2003 - 21h23

Poderia ser melhor, né Mário?

O resultado até que não foi ruim, mas poderia ser melhor. O Atlético ficou duas vezes na frente da Ponte Preta só que acabou empatando o jogo. O Furacão começou muito bem a partida. Logo no primeiro minuto, Fernandinho chutou forte, só que a bola foi para fora. Dois minutos depois o rubro-negro abriu o placar. Dagoberto cobrou falta e Luciano Santos marcou, de cabeça, o terceiro gol dele neste Brasileirão.

O rubro-negro seguiu fazendo boas jogadas, principalmente com Dagoberto. Aos 22 minutos o craque partiu para o contra-ataque e tocou para Ilan, que não soube aproveitar a chance e chutou para fora.

A Ponte só foi chegar com perigo depois da metade do primeiro tempo. Na primeira vez, Diego fez grande defesa. Na segunda, Adrianinho cobrou uma falta bastante perigosa para fora.

De tanto insistir, o time campineiro empatou a partida. Marquinhos marcou após grande jogada de Adrianinho e Ronildo. Dois minutos depois o mesmo Marquinhos quase fez o segundo. Alan cruzou e o jogador cabeceou para fora.

O Atlético só foi reagir no fim do primeiro tempo com Dagoberto. Ele ficou cara a cara com Gabriel, tentou o drible e caiu. O árbitro não marcou nada. Já nos acréscimos, Alessandro arriscou de longe. A bola passou muito perto do gol de Lauro e chegou a enganar o narrador da Rádio Central, de Campinas, que narrou gol.

A conversa nos vestiários surtiu efeito e o segundo tempo começou com o Atlético indo para cima. Fernandinho fez boa jogada e foi derrubado próximo da área. Na cobrança de falta, o goleiro Lauro defendeu.

Aos 17 minutos o Atlético desempatou. Ilan recebeu de Dagoberto e ficou de cara com o gol. Ele só teve o trabalho de finalizar e quebrar um jejum de três meses sem marcar. Para fechar o sistema defensivo, Mário Sérgio substituiu Ilan, que saiu com dores, para a entrada de Daniel.

O Atlético recuou e deixou a Ponte fazer o segundo. Rafael aproveitou a falha do zagueiro Igor e novamente empatou o jogo.

Aos 42, o técnico Mário Sérgio tentou a última cartada com Rodriguinho. Ele entrou no lugar de Alessandro, mas o jogo terminou empatado por 2 a 2. Mesmo com os jogos desta quinta-feira o Atlético continua na 17º colocação do Campeonato Brasileiro e no sábado enfrentará o Coritiba, na Baixada.

35ª Rodada – (08/10) – Ponte Preta 2 x 2 Atlético – Moisés Lucarelli
A: Wilson de Souza Mendonça (PE); CA: Rodrigo, Piá, Fernandinho e Roger; P: 2.156; R: R$ 15.505,00; G: Luciano Santos, aos 3 e Marquinhos, aos 29 do 1°; Ilan, aos 17 e Rafael Marques, aos 32 do 2°.

PONTE PRETA: Lauro; Marquinhos, Rodrigo, Gabriel e Alan (Rafael Marques); Angelo, Ronildo (Vaguinho), Piá e Adrianinho (Roger); Jean e Gigena. T: Abel Braga.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro (Rodriguinho), Igor, Rogério Corrêa e Ivan; Alan Bahia, Luciano Santos, Adriano e Fernandinho; Ilan (Daniel) e Dagoberto. T: Mário Sérgio.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…

Fala, Atleticano

Foi épico

Assim, como o jogo de Santiago contra a Universidad Católica, estará para sempre na memória de qualquer atlheticano… O que aconteceu ontem na Bolívia, também..…